sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Ex-prefeito de Quixabeira fala sobre a Caixa de Previdência em emissora de rádio

O ex-prefeito de Quixabeira, Eliezer Costa, PT, em entrevista ao Jornal Transamérica 2ª edição, dessa quarta-feira, 14 de fevereiro, relatou que o grande problema da Caixa de Previdência, que registra hoje déficit de R$ 46 milhões de reais, está no ano de 1995, quando o pai de Reginaldo Sampaio, PMDB, atual prefeito, Lídio Ribeiro, era o prefeito do município. “O grande problema do município em relação a Caixa de Previdência, está no mandato de do pai do atual prefeito. A criação da Caixa de Previdência, foi um grande equívoco, sendo que no início a alíquota era de 11% para os servidores, depois voltou para 7%, precisando de voltar para 11% por conta da determinação da legislação. Eu deixei um projeto de lei na Câmara de Vereadores, para ser votado, mas o meu mandato finalizou e não conseguimos votar o projeto”, colocou Eliezer Costa.
Ainda falando sobra a Caixa de Previdência, o petista disse que ao assumir o município, em 2009, verificou no dia 05 de janeiro, um saldo de R$ 129.053,32 (Cento e vinte e nove mil, cinquenta e três reais e trinta e dois centavos), com registro de 16 aposentados e 05 pensionistas.
No dia 31 de dezembro de 2012, final do primeiro mandato de Eliezer Costa, foi registrado um saldo na Caixa de Previdência de R$ 576.083,58 (Quinhentos e setenta e seis mil, oitenta e três mil e cinquenta e oito reais), para 40 aposentados e nove pensionistas.
No período de 2013 a 2016, já referente ao segundo mandato de Eliezer Costa, o município de Quixabeira, registrava 69 aposentados, 15 pensionistas, total 79, para um saldo incluindo aplicações, de R$ 1.717.082,23 (Um milhão, setecentos e dezessete mil, oitenta e dois reais e vinte e três centavos).
“Os números que apresento nesse momento desfaz a fala do prefeito Reginaldo, quando disse que no meu primeiro mandato não cumprir com minha parte em relação aos repasses da Caixa de Previdência”, colocou o ex-gestor.
O ex-prefeito prestou contas ainda sobre a secretaria da Administração Geral, com saldo no dia 31 de dezembro de 2016, último ano de seu mandato de R$ 362.233,99 (Trezentos e sessenta e dois mil, duzentos e trinta e três reais e noventa e nove centavos), para uma despesa de R$ 246.003,92 (Duzentos e quarenta e seis mil, três reais e noventa de dois centavos), para um saldo especifico da conta ligada a administração, no valor de R$ 115.071,41 (Cento e quinze mil, setenta e um reais e quarenta e um centavos), explicou o ex-prefeito.
Na educação, o ex-prefeito de Quixabeira, apresentou saldo de R$ 237.315,51 (Duzentos e trinta e sete mil, trezentos e quinze reais e cinquenta e um centavos), ficando de restos a pagar no valor de R$ 141.508.32 (Cento e quarenta e um mil, quinhentos e oito mil reais e trinta e dois centavos); ficando de saldo livre R$ 17.599,26 (Dezessete mil, quinhentos e noventa e nove mil e vinte e seis centavos).
Na saúde, o ex-prefeito apresentou saldo de R$ 157.778,59 (Cento e cinquenta e sete mil, setecentos e setenta e oito reais e cinquenta e nove centavos), ficando de restos a pagar no valor de R$ 70.477.77 (Setenta mil, quatrocentos e setenta e sete mil e setenta e sete reais); saldo livre na pasta da saúde de R$ 82.260,82 (Oitenta e dois mil, duzentos e sessenta reais e oitenta e dois centavos).
Assistência Social, o saldo apresentado pelo prefeito foi de R$ 43.842,41 (Quarenta e três mil, oitocentos e quarenta reais e quarenta e um centavos), para uma despesa no valor de R$ 360,24 (Trezentos e sessenta reais e vinte e quatro centavos). Saldo real da Assistência Social de R$ 43.482,47 (Quarenta e três mil, quatrocentos e oitenta e dois reais e quarenta e sete centavos).
Convênios, DENOCS, Minha Casa, Minha Vida, dentre outros, o saldo apresentado pelo ex-prefeito foi de R$ 172.633,28 (Cento e setenta e dois mil, seiscentos e trinta e três reais e vinte e oito centavos), para uma despesa de R$ 4.783,08 (Quatro mil, setecentos e oitenta e três reais e oito centavos), ficando de saldo livre o valor de R$ 167.850, 41 (Cento e sessenta e sete reais, oitocentos e cinquenta reais e quarenta e um centavos).
Saldo geral de todas as contas movimentadas pela gestão do ex-prefeito Eliezer Costa, foi de R$ 973,763,78 (Novecentos e setenta e três mil, setecentos e sessenta e três reais e setenta e oito centavos), para uma despesa de R$ 463.143,33 (Quatrocentos e sessenta e três mil, cento e quarenta e três mil reais e trinta e três centavos), ficando de saldo real para o mandato do prefeito Reginaldo Sampaio de R$ 510.620,45 (Quinhentos e dez mil, seiscentos e vinte mil e quarenta e cinco centavos).

Por fim, o ex-prefeito falou ainda sobre queda no número de alunos matriculados no período de seus dois mandatos, em resposta a citações do atual prefeito, que chegou a dizer no início do mandato, juntamente com a secretária da Educação, que o déficit de alunos encontrado no município, era de responsabilidade do mandato do ex-prefeito. “O déficit entorno de 500 alunos eu herdei em 2009, trabalhei de todas as maneiras para zerar esse problema, não sendo possível, mas devo lembrar que muito foi feito na educação no tocante ao déficit, bem como outros investimentos realizados na educação de Quixabeira. Agora uma coisa eu preciso dizer que os alunos que o mandato dele (Reginaldo), diz que conseguiu não está na sala de aula”, colocou o ex-prefeito. Por fim, disse que torce para que a gestão de Reginaldo se acerte, agora para isso o gestor vai ter que mudar muitas coisas, finalizou Eliezer.

Texto e fotos: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário