sexta-feira, 27 de julho de 2018

Capim Grosso: Itamar diz em entrevista que não tem dúvida que a prefeita Lydia será cassada

Em entrevista a uma emissora de rádio de Capim Grosso, o ex-prefeito Itamar Rios, que na última eleição teve sua candidatura cassada baseada em contas rejeitadas de seus mandatos, disse que não tem dúvida que a prefeita Lydia Pinheiro, PSD, eleita com mais de 9,081 votos, correspondente 54.16% dos votos válidos, será cassada por conta de ações em andamento na justiça eleitoral todas de sua iniciativa, por conta de disputa de 2016 contra Andreia Rios, que obteve 7.380 votos, correspondente a 44.02% dos votos válidos, diferença de 1.701 votos para a prefeita Lydia Pinheiro, PSD. LEIA MAIS 

O ex-prefeito colocou que a sua convicção de que Lydia será de fato cassada, tem por base a decisão do TRE – Tribunal Superior Eleitoral – contra o prefeito da cidade de Conceição do Coité, Francisco Assis (PT) e a vice-prefeita, Genivalda Pinto, (PSD), por compra de votos. A decisão foi tomada em sessão plenária nesta segunda-feira (23). A ação contra o prefeito foi movida pela coligação da oposição “A Voz do Povo”. A condenação prévia como pena a cassação do mandato do gestor, entretanto, a Corte Eleitoral preferiu manter o prefeito no cargo para “evitar alternância de poder” e garantir uma “estabilidade” no município.

Em Capim Grosso, por conta da disputa de 2016, segundo afirmou Itamar Rios, tramitam na Justiça Eleitoral, Zona 191ª, processos que tem como fundo o uso da máquina pública, que envolve além de Lydia, o ex-prefeito Sivaldo Rios. Confira a lista de acusações contra a Coligação da prefeita Lydia e contra o ex-prefeito Sivaldo Rios, segundo informou Itamar Rios.
Distribuição de 50 a 100 bolsas para estudantes de 16 anos, no ano da eleição;
Colocação de Brita, em Ruas do Bairro Planaltino, que segundo Itamar Rios, caracteriza uso da máquina pública;
Contratação de advogado com dinheiro público, tendo como resultado, a cassação da candidatura de Itamar Rios, que tinha o mesmo como cabeça de chapa de Titininho, como vice;
Inauguração de uma Praça, no Bairro Planaltino, com clima de campanha, beneficiando assim a candidatura de Lydia e Frank;
Cavalgada em Pedras Altas do Mirim, que segundo o ex-prefeito resultou em beneficiamento a candidatura da prefeita Lydia, com citações também para a distribuição de camisas nas cores brancas pelo empresário Gil da Barraca, que na ótica de Itamar Rios contribuiu para favorecer a campanha de Lydia, dentre outras situações que leva Itamar crer que Capim Grosso registrará uma nova eleição, com o mesmo se dizendo candidato desse “novo” pleito.
Itamar Rios citou ainda que a antecipação da eleição de Bruno da Dengue, PSB, integrante do grupo da bancada da prefeita Lydia e de influência política no grupo, tem como base os processos eleitorais, para o grupo continuar mandando em Capim Grosso, mesmo no período determinado pelo TRE, para ser realizada uma nova eleição. “A antecipação da eleição de Bruno tem sim os processos como referência, porque a prefeita sabe que vai ser cassada”, disse Itamar Rios.
Perguntado sobre um possível racha do grupo da oposição, já que Itamar fará parte da campanha de deputado com nomes diferentes do grupo liderado por Titininho, Itamar Rios respondeu que esse comportamento é normal numa eleição como essa, mas que a oposição marchará unida sim para a disputa de 2020 e disse mais: “Não adianta ficar dizendo que Itamar não tem mais força de liderança ou que não será o candidato da oposição, porque essa decisão tem que partir do povo e não de liderança política e mais um ponto: Titininho com todo respeito passou um tempão no grupo de Sivaldo, agora na oposição não pode chegar e assumir o grupo, ficar com os votos e eu fico como nessa história, já que construir o grupo, fui prefeito, fiz grandes obras, não é assim não”, disse o ex-prefeito, que encerrou a entrevista dizendo para o povo não acreditar nas promessas da prefeita Lydia, em relação a pavimentação de Ruas no Bairro Planaltino, com citação de que o mesmo tem certeza que Lydia será casada e que Capim Grosso, registrará uma nova eleição.

Fonte: Repórter Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário