domingo, 30 de setembro de 2018

Irmão de vereador que sofreu agressão do prefeito de São José do Jacuípe, emite nota sobre o fato

O irmão do vereador Erivan Pinho dos Santos, 35 anos, conhecido como Nem de Caria, que na manhã dessa sexta-feira, 28 de setembro, foi agredido pelo prefeito com uma cabeçada, mediante relatos de vereadores ao Jornal Transamérica 2ª edição, inclusive El de Caria, irmão de Nem, confusão essa também segundo o que foi narrado por conta da escolha da nova mesa diretora da Egrégia Casa de Leis do município de São José do Jacuípe, publicou uma nota sobre o ocorrido na sua rede social.

NOTA NA INTEGRA DE NEM DE CARIA:

LEIA MAIS

Eu, Nem de Caria venho diante nessa nota repudiar a violência praticada pelo prefeito de São José do Jacuípe contra mim, na última sexta-feira, (28), no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores aqui de São José.

A truculência e despreparo demonstrados pelo prefeito e comprovados nos vídeos que circulam na internet e que foram divulgados pela imprensa, motivaram as vaias dos cidadãos que presenciaram os abusos e atraem o repúdio daqueles que acreditam que todos, inclusive os poderosos, devem se submeter ao império da humildade e sobretudo da lei.

Não existiram palavras de baixo calão, e é repugnante ver o Prefeito tentando se justificar disseminando mentiras e ainda citando Leis em seu pronunciamento nas mídias sociais após praticar um ato ilícito, imoral e antiético.

Não há necessidade de longas justificativas, tenho minha consciência tranquila e o povo presenciou os fatos, além das câmaras terem filmado a verdade, contra fatos não há argumentos.

Por fim, quero agradecer a Deus pela vida, tudo poderia ter acontecido inclusive eu poderia estar morto nesse momento, mas graças a Deus e aos amigos que me deram socorro, estou bem.

A busca incansável pelo poder gerou uma onda de ódio em nosso município e é triste ver o município ser administrado por um prefeito que age involuntariamente com o intuito de ceifar a vida de um cidadão de bem.

Por fim, lamento a covardia do prefeito, o desequilíbrio e a falta de postura.

O fato de grande repercussão na cidade já é considerado pela população de São José do Jacuípe, como sendo um dos mais tristes acontecimentos da história política do município, principalmente por envolver a figura do prefeito, que emitiu nota dizendo: ”desde o início tivemos a veemência em colaborar com a eleição presidencial da mesa diretora do biênio 2019/2020, buscando de fato a harmonia entre os poderes Legislativo e Executivo.

Deste modo, saliento que todos estavam presentes e de maneira tranquila assistindo a seção, cientes de que o candidato à Presidência da Câmara Vereador “Teá” era o favorito a ganhar as eleições, quando de repente o pai e irmão do vereador “El de Caria” e o próprio partiram para cima de mim com ofensas e com palavras de baixo calão, além de tentar me agredir, na presença de várias pessoas onde rapidamente tentei me defender e infelizmente acabei atingindo o Irmão de El de Caria de forma involuntária.

Por conta do fato, a sessão que resultaria na escolha da mesa diretora biênio 2019/2020, tendo possível eleito, o vereador Téa do Distrito de Itatiaia, não teve ainda do presidente Gerson Guimarães, relatos de quando será retomada.

São José do Jacuípe, composta por 10.417 pessoas, de acordo com o IBGE de 2018, tem como referência o seu povo simples e hospitaleiro, merecedor de um governo voltado para seus interesses e necessidades, portanto só resta dizer: Que a cabeça daqueles que representam o citado pedaço de chão seja para idealizar projetos, desenvolver ações que contribuam a cada dia para mudar os destinos de uma cidade de poucas opções sociais, com destaque para a geração de emprego e renda, dentre outras realizações tão sonhadas pelo povo marcado por administrações distantes de sua necessidade, com cabeças voltadas mais para os interesses de grupo, do que os interesses de quem na verdade precisa de atenção.

Por fim, dizer que a política de São José do Jacuípe, pare de bater cabeça em torno de seus “ideais”, e se volte urgentemente para o bem-estar do povo, tão somente do povo, para o povo e com o povo sempre, de sonhos e interesses mútuos.

Fonte: Repórter Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário