sábado, 22 de setembro de 2018

Pesquisa DataPoder360 aponta empate técnico entre Bolsonaro e Haddad

Pesquisa DataPoder360 realizada nos dias 19 e 20 de setembro de 2018 e divulgada na noite desta sexta-feira (21/9) pelo site Poder 360, indica que Jair Bolsonaro (PSL) tem 26% das intenções de voto para presidente e permanece na liderança da corrida ao Palácio do Planalto. A novidade é que agora Fernando Haddad (PT) registra 22% e já aparece em empate técnico com o peeselista.

Veja os resultados:
Jair Bolsonaro (PSL): 26%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 14%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Marina Silva (Rede): 4%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 3%
Guilherme Boulos (PSol): 2%
João Amoêdo (Novo): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
José Eymael: 1%
João Goulart Filho: 1%
Vera Lúcia: 0%
Brancos e nulos: 12%
Não souberam e não responderam: 3%

Trata-se de situação de empate técnico entre Bolsonaro e Haddad, no limite da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Outro destaque desta rodada do DataPoder360 é a queda dos votos brancos, nulos e daqueles que dizem estar indecisos. Durante toda esta campanha, o chamado “não voto” teve taxas altíssimas. Agora, caiu para 15%.

A pesquisa foi realizada com 4.000 entrevistas em todas as unidades da Federação. O registro na Justiça Eleitoral é BR-02039/2018.

Segundo turno
O DataPoder360 fez quatro testes de segundo turno. A opção foi simular o primeiro colocado (Bolsonaro) contra os outros postulantes considerados mais competitivos neste momento, de acordo com o levantamento.

O militar fica à frente numericamente de Alckmin (37% x 36%) e de Marina (39% x 37%), mas empatado na margem de erro da pesquisa.

Contra Haddad, o placar é de 43% para o petista e 40% para Bolsonaro. Há aí também uma situação de empate estatístico, dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Já Ciro Gomes é o único, de acordo com o DataPoder360, que hoje venceria Bolsonaro num confronto direto de segundo turno: 42% a 36%. Não há empate nesse caso. O pedetista ganharia se a disputa fosse hoje.

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário