segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Equipe de Haddad estaria sendo vigiada por militares, aponta revista

Equipe de Haddad estaria sendo vigiada por militares, aponta revista
Foto: Ian Cheibub
As principais figuras da equipe de campanha do candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, estão sendo monitoradas pela área de inteligência das Forças Armadas. Segundo a revista Carta Capital, o alerta foi feito a um cardeal do QG petista, dois dias após a votação que colocou Jair Bolsonaro (PSL) e Haddad no segundo turno. 

De acordo com a publicação, o general da reserva Sérgio Etchegoyen, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que controla a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), estaria por trás da espionagem. O objetivo seria reunir informações para ajudar Bolsonaro a vencer no dia 28 de outubro, data do segundo turno. 

A publicação ainda destacou que grande parte do Exército apoia Bolsonaro e que, entre os oficiais da reserva, o Bolsonarismo é total. Ainda conforme informações da revista, Etchegoyen tem uma antipatia que a Carta Capital chama de “visceral” pelo PT.

Fonte: Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário