sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Polícia Civil registra 42 pessoas presas entre 2017 e 2018 em Capim Grosso, informa delegado


O delegado de polícia de Capim Grosso, Dr. Humberto Marino, em entrevista ao Jornal Transamérica 2ª edição dessa quinta-feira, 01 de novembro, falou sobre o número de pessoas presas entre 2017 e 2018, em Capim Grosso, mediante trabalho realizado pelas polícias Civil, Militar, com as participações do Judiciário e Ministério Público. “Nós temos 30 pessoas presas em Jacobina, fruto de todo esse trabalho, incluindo mais 12 pessoas presas em Capim Grosso; ao todo, são 42 pessoas, dentre outros casos”, disse o delegado, como forma de prestar contas à população, quanto aos trabalhos e resultados que vem sendo obtidos na cidade. LEIA MAIS 


“A expectativa é de fecharmos o ano sem registros graves, diante do trabalho quem vem sendo realizado”, colocou Dr. Humberto Marino, em Capim Grosso há cinco anos e já se sentindo completamente ambientado, já que o delegado não é baiano. “Completei agora em outubro, cinco anos de trabalho na cidade; estou muito feliz com a receptividade das pessoas, com as amizades e os resultados alcançados até aqui como delegado de Capim Grosso”, colocou Dr. Humberto Marino.

Fonte: Repórter Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário