sábado, 15 de dezembro de 2018

Ex-aluna da EFA de Jaboticaba conclui curso de cinema


A jovem Geilane de Oliveira, 25 anos, natural do Distrito de Itatiaia, município de São José do Jacuípe, em entrevista a uma emissora de rádio de Capim Grosso, na noite dessa quarta-feira, 12 de dezembro, falou da sua luta para conquistar o sonho de ser cineasta.


Depois de passar pela EFA – Escola Família Agrícola – com sede em Jabuticaba, município de Quixabeira, Geilane descobriu o cinema através de um curso na cidade de Pintadas, onde nasceu de fato sua paixão pelo cinema. LEIA MAIS



Do citado curso para a capital baiana onde em 2012 iniciou na UNIJORJ o curso, com conclusão na cidade de Cachoeira, no recôncavo da Bahia, faculdade UFRB. “O cinema surgiu do nada na minha nesse curso de Pintadas. "Me apaixonei e hoje meu foco é sair para os grandes centros em busca do meu espaço, depois voltar para a minhas raízes”, disse a cineasta.


Com dois curtas metragens na bagagem: Alternância, com base na EFA de Jabuticaba e o Rio que não seca, produção que teve o apoio técnico e financeiro do projeto Revelando os Brasis, com apresentação em setembro do ano em curso, na Praça de Itatiaia. “Foi tudo lindo, tudo emocionante, emoção essa que sinto até hoje”, disse a jovem demonstrando acreditar muito no futuro da carreira que escolheu.


A jovem cineasta falou também sobre o trabalho que desenvolve nas escolas com apresentação do filme: O rio que não seca. “Já levei essa proposta para a secretaria da educação de São José do Jacuípe e estamos disponíveis para levar a nossa produção para outras escolas da região”, disse a cineasta.

Para obter mais informações é só manter contato com Gileane: 74 – 99985-7395 (WhatsApp).

Nenhum comentário:

Postar um comentário