Na manhã do dia 18 de fevereiro, Pedro brincava em casa quando teria tocado em uma extensão e recebeu um choque elétrico. Desesperada, a mãe pediu ajuda à um vizinho e levaram a criança para o pronto-socorro do Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho (HMATS). Já no hospital, Pedro sofreu duas paradas cardíacas e foi reanimado pela equipe médica com uso de um desfibrilador. A mãe ficou desesperada na recepção da unidade e comoveu a todos que presenciaram a cena trágica.

Depois de ser reanimado, o garotinho foi transferido às pressas em uma UTI móvel para o HEC em Feira de Santana, onde permaneceu lutando pela vida até ontem. Informações extra-oficiais dizem que os aparelhos que o mantinham vivo foram desligados depois que os médicos constataram morte cerebral. Porém, a informação ainda não foi confirmada pela família.

O corpo de Pedro será transladado para Jacobina. O local e horário de seu sepultamento ainda não foram informados.

Fonte: Jacobina Notícias