quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Quixabeira: Vereadores não se entendem na primeira sessão do ano. Presidente emite nota.

A Câmara de Vereadores do Município de Quixabeira, realizou na noite desta terça-feira(19), a primeira sessão do ano de 2019, abrindo a nova legislatura para o biênio 2019/2020. Nesta primeira sessão os edis criaram as novas comissões encarregadas de avaliar os projetos que serão recebidos ao longo dos próximos dois anos. Durante as escolhas das comissões, os vereadores da situação, que são minoria na casa, não ficaram satisfeito com a escolhas dos membros e recusaram a participar das comissões o que gerou uma longa discussão na casa. 

Diante da polêmica ocorrida na sessão de ontem, o presidente Tota, divulgou uma nota, na manhã desta quarta-feira(20) Veja a nota na íntegra: LEIA MAIS


NOTA:

O Capítulo II – do Regimento Interno da Casa Legislativa do Município de Quixabeira Bahia, estabelece a formação das Comissões: Permanentes e Temporárias que devem existir. Conforme preleciona o Art. 30 deste mesmo Regimento, as Comissões Permanentes são: I Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final; II- Comissão de Finanças, Orçamento e Contas; III- Comissão de Infraestrutura e Meio Ambiente e IV￾Comissão de Educação e Saúde. 

As Comissões são imprescindíveis para os trabalhos legislativos, pois, a depender da matéria a ser discutida, são elas que farão a primeira análise, inclusive podendo pedir explicações e documentos acerca do que se discute, diretamente ao autor do projeto, ao assessor jurídico ou outros profissionais gabaritados com capacidade técnica para sanarem as dúvidas. 

Na noite desta terça feira, 19 de fevereiro, foram criadas as Comissões Permanentes para o biênio 2019/2020. O Regimento Interno foi respeitado e todos os trâmites normativos foram obedecidos para a constituição das mesmas. Porém, os vereadores da situação, se recusaram a participar das Comissões votadas e eleitas em plenário. Pertinente se faz citar, que na medida que os nobres edis, representantes do povo, se negam a integrar as Comissões eleitas, contribuem diretamente para o atraso na análise de projetos importantes para o município, muitos, inclusive de origem do Executivo.  

O viés político partidário exercido de forma excessiva, atrapalha não apenas os trabalhos do legislativo, mas o desenvolvimento do município e por consequência a vida do eleitor, do cidadão quixabeirense. Portanto, se negar a participar, assinar ou reunir com as Comissões legalmente constituídas e devidamente aprovadas em plenário, é atuar de forma efetiva para que as pautas sejam travadas, cuja consequência é o prejuízo para o município, que tanto precisa andar.

A Mesa Diretora e os demais membros da oposição, lamentam esta atitude dos nobres edis da situação, que agiram sem pensar no povo que os elegeu e nos munícipes que tanto precisam de um Legislativo atuante e eficiente.

Quixabeira Bahia, 20 de Fevereiro de 2019.
Juceli Barbosa de Oliveira
Presidente

Blog do Ril de Beto
Fotos: LS Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário