sábado, 27 de abril de 2019

Quadrilha chefiada por mulher é presa em Senhor do Bonfim e Filadélfia

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta sexta-feira, 26, a 'Operação Leide', que teve como objetivo cumprir quatro mandados de busca e apreensão e culminou em seis prisões em Senhor do Bonfim e Filadélfia, no Norte da Bahia. Policiais civis da 19ª Coorpin prenderam integrantes de uma organização criminosa que agia naquela região. LEIA MAIS


Durante a operação, foi presa uma mulher identificada como Leide Gama da Silva, 40 anos, suspeita de comandar a quadrilha denominada 'Leide' e de ser mandante do assassinato de Adriano Alves Pereira, ocorrido no povoado de Tijuaçu, em Senhor do Bonfim. O crime, segundo a polícia, foi motivado por questões relacionadas ao tráfico de droga na região. Os executores do assassinato, segundo apontou as investigações, foram o Kikito, Dada e Clécio.
Entre os presos está o autor de vários assaltos a mão armada naquela região. A mãe de um dos integrantes da quadrilha, também presa na operação, foi flagrada de posse de armas de fogo. Segundo a polícia, as armas pertenciam ao filho dela, o Kikito, que foi assassinado juntamente com Clécio no dia 21 de abril, na cidade de Filadélfia, por uma organização criminosa rival a da 'Leide'.
Prisões
 Outros membros da quadrilha também foram presos. Todos os acusados foram identificados como Leide Gama da Silva, 40 anos, Adailson Souza Lima, o 'Dada', de 20 anos, Leonardo Dantas da Silva, o Índio, de 30 anos, Michael Matias dos Santos, 35 anos, Marilene dos Santos da Silva, 30 anos, esposa de Michael, Arleide Maria da Cruz Pereira, 46 anos, e Natam Gomes Angelim, 19 anos. Ainda segundo a Polícia Civil, Arleide foi presa por ter sido flagrada com três armas de fogo que pertenciam ao seu falecido filho, Kikito. A polícia suspeita que as armas foram usadas em vários homicídios na região. Natam é acusado de vários assaltos a mão armada em Senhor do Bonfim, inclusive seria o autor de uma tentativa de homicídio contra um frentista de um posto de combustível.
 Na residência de Michael e Marilene, a polícia encontrou uma balança de precisão, cocaína, maconha e munição calibre 38. Na casa de Leide, os policiais encontraram munição calibre 38 e 7,65, uma pequena porção de maconha e de cocaína. Já na casa de Arleide, foram achadas três armas de fogo de fabricação caseira calibre 12, chumbo, espoleta e pólvora.
Todos os presos, juntamente com o material apreendido, foram encaminhados à sede da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (19ª Coorpin/Senhor do Bonfim), ficando os acusados à disposição da Justiça.

Fonte: 19ª Coorpin/Senhor do Bonfim

Nenhum comentário:

Postar um comentário