sexta-feira, 24 de maio de 2019

Cabelereiro tem rosto desfigurado por agressão e relata crime de homofobia

IMAGEM_NOTICIA_5
Um cabeleireiro teve o rosto desfigurado após ser agredido com um copo de vidro em Juazeiro, no Sertão do São Francisco. A denúncia foi registrada nesta quinta-feira (23). Jackson Ruan Rodrigues, de 23 anos, disse nesta sexta-feira (24) ao G1 que não conhecia o suspeito até então e associou o caso à homofobia. Segundo a vítima, ele deixava a casa da avó quando percebeu que estava sendo seguido. Depois, o agressor o provocou, tentou cheirá-lo e perguntou se ele era menino ou menina. O jovem relatou o caso pelas redes sociais. Leia mais 

“Ele tentava me pegar e eu continuei andando sem dar atenção. Fiquei com medo. Quando ele perguntou se eu era menino ou menina, eu parei e olhei para ele. Então ele veio em cima de mim e quebrou um copo no meu rosto. Eu corri e meus familiares me socorreram. Se eu não tivesse corrido, poderia ter acontecido algo pior. Isso aconteceu a uns 40 metros da casa da minha avó, em um bairro que eu cresci, onde todos me conhecem", contou o jovem.

O caso ocorreu no último sábado (18). O jovem disse ainda que o homem estava em um bar antes de persegui-lo. Por conta das agressões, ele precisou levar pontos na bochecha e sobrancelha. Mesmo com o episódio, o jovem afirmou que tem recebido mensagens de apoio. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário