sábado, 1 de junho de 2019

Bolsonaro irrita líder do PSL ao dizer que partido 'pegou qualquer um' para ser candidato


Bolsonaro irrita líder do PSL ao dizer que partido 'pegou qualquer um' para ser candidato
Foto: Carlos Costa
A entrevista do presidente Jair Bolsonaro (PSL) à revista Veja não foi bem recebida por integrantes do seu partido, o PSL. Líder da legenda na Câmara, o Delegado Waldir (PSL-GO) chamou de "inadequada" a declaração de que o partido foi "pegando qualquer um" para ser candidatos nas eleições de 2018. Veja +


"Não acredito que 'qualquer um' teria voto. E ele precisa lembrar que os parlamentares já dependeram dele, mas isso passou. Quem depende do PSL agora é o governo, que não tem do que reclamar. É a sigla mais fiel, mais do que o DEM, que tem três ministérios", ressaltou o deputado ao blog Painel, da Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, ele não foi o único a se ofender com o trecho da entrevista.

Segunda maior bancada na Câmara, o PSL possui 54 deputados federais atualmente. Na última legislatura, eram oito representantes, sendo que apenas um deles tinha sido eleito pelo próprio partido em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário