quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Jacobina Esporte Clube corre o risco de não disputar o Campeonato Baiano em 2020

Jacobina
"Corre na boca miúda" que com a finalização do mandato do atual presidente, Rafael Damasceno, não há nenhum indicativo de quem assumirá o clube. Leia mais

Procurado pela redação o mandatário do clube reafirmou que não continuará a frente da agremiação. "Chegou o fim de meu compromisso com clube. Com certeza estou deixando numa situação melhor de que quando peguei, na série A do Baiano, com patrimônio..." Indagado sobre os reais motivos de seu afastamento, Rafael Damasceno atribui a realização de projetos pessoais, insatisfação com as críticas, dificuldades de apoio e "politização" no ambiente do clube. 

"Quero agora dedicar-me a minha família e empreendimentos que sempre sonhei, fiz o que estava ao meu alcance mas não foi o necessário para agradar a muitos. Fazer futebol é difícil, o apoio está cada vez menor, fora que a minha presença ainda é referenciada a política o que incomoda a alguns e atrapalha o clube. Quem sabe com a minha saída a coisa não destrava."

Nenhum comentário:

Postar um comentário