domingo, 15 de dezembro de 2019

PM mata um dos envolvidos em chacina de Mata Escura

Um dos suspeitos de participação na chacina de Mata Escura, que teve como vítimas quatro motoristas de aplicativo, foi morto em confronto com a Polícia Militar na noite desta sexta-feira (13), em Itinga, bairro de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS). A troca de tiros aconteceu entre policiais da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar (Itinga) e três homens armados – o segundo também morreu e o terceiro conseguiu fugir. Veja mais

Os quatro motoristas de aplicativos foram encontrados mortos, com sinais de golpes de facão, na manhã desta sexta-feira (13), na comunidade Paz e Vida, no bairro da Mata Escura. Os corpos foram encontrados enrolados em sacos plásticos, numa área de vegetação da localidade, a poucos metros de um barraco, onde as vítimas foram mantidas em cárcere privado, torturadas e depois executadas. 
De acordo com o comandante da unidade, major Sérgio Dias, as equipes estavam em alerta desde a descoberta dos crimes, pois havia informações sobre a fuga dos envolvidos para a RMS. “Os policiais aguardavam a chegada de um guincho para a remoção de um veículo com restrição de roubo, quando outro carro, com três homens, chegou e encontrou a guarnição. Eles já desceram do segundo carro atirando", explicou.
Ainda segundo ele, dois homens foram atingidos e um conseguiu fugir. A dupla chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Entre os mortos está um dos suspeitos de ter participado das mortes em Mata Escura. Foram apreendidos dois revólveres, sendo um calibre 38 e um calibre 32. 
“Ele ainda não foi identificado, pois no momento do confronto os dois estavam sem documentação, mas tudo indica que um deles é sim integrante da quadrilha responsável pelas mortes", afirmou o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado José Bezerra, e completou, afirmando que uma das vítimas reconheceu o suspeito como um dos autores do crime.
O policiamento segue reforçado em Mata Escura e Jardim Santo Inácio. Qualquer informação que possa ajudar a polícia a chegar até os homicidas pode ser transmitida através do Disque Denúncia 3235-0000. O denunciante não precisa se identificar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário