sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Com possível contratação de goleiro Bruno, Olívia diz que Pastor Tom deveria honrar Jesus

aqpA deputada estadual Olívia Santana (PCdoB) classificou como “absurdo” a negociação que o colega de Assembleia Legislativa da Bahia, Pastor Tom (PSL), toca para contratar o ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, para jogar no Fluminense de Feira. Leia mais

Tom é presidente do clube e defendeu a contratação do jogador que foi preso em 2010 pelo assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio. Para Santana, Tom deveria se preocupar com a mensagem que a negociação pode passar para a população. Caso vá para a Flu de Feira, Bruno jogará partidas na série A do campeonato baiano. 

“Teremos crianças em campo aplaudindo quem matou uma mulher porque ela era uma mulher. Acho que isso é um absurdo a memória da vítima. O esporte deve abrir espaço para defesa da ética e em defesa de minorias”, falou Olívia. “Pastor Tom deveria honrar a memória de Jesus Cristo que impediu um feminicídio quando tentaram matar Maria Madalena”, completou. Veja pronunciamento da deputada no Facebook:
abw

Que coisa abominável. Jesus Cristo deve estar se revirando na cruz.
A luta pelo fim do feminicidio implica em não se banalizar as práticas de machismo letal.
Um jogador que trai o público que o admira, cometendo um crime hediondo contra sua companheira, não deveria voltar a entrar em campo. Não podemos promover a admiração, o glamur a um assassino. Fazer isto é um desrespeito à memória da vítima, é machucar mais uma vez seus familiares. Espero que a torcida seja mais digna do que os diretores do clube que estão negociando essa contratação absurda.

Fonte: Bahia Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário