segunda-feira, 2 de março de 2020

Kannário tem show cancelado após polêmica com a Polícia Militar

750_igor-kannario-polemica-carnaval_20203194349557
A prefeitura de Cachoeira, no Recôncavo baiano, cancelou o show do cantor Igor Kannário, que aconteceria na tradicional festa do 13 de Março, após a polêmica com a Polícia Militar da Bahia (PMBA) durante o Carnaval de Salvador. A informação foi divulgada pelo prefeito Tato Pereira, na tarde de sábado, 29, em vídeo e texto divulgados nas redes sociais. LEIA MAIS 

De acordo com o gestor, a participação de Kannário seria um presente do deputado estadual Alan Castro (PSD) e do governador Rui Costa, através da Bahiatursa.

“Com esse mal estar criado entre Igor Kannário, o governador do Estado e a Polícia Militar, ficou inviável a Bahiatursa ceder o cantor para as festividades do 13 de Março. Fora isso, com a grande responsabilidade que eu tenho com o meu povo, jamais eu colocaria em risco, mesmo sendo pela prefeitura, a segurança do meu povo”, declarou o prefeito.

Segundo ele, a decisão foi tomada junto à Bahiatursa e à PMBA, respeitando a instituição, considerada pelo gestor como “importantíssima”.

A participação de Kannário foi substituída pela banda La Furia.

Polêmica
Durante a passagem de Igor Kannário pelo circuito Osmar (Campo Grande), em Salvador, na segunda-feira de Carnaval, 24, o cantor e deputado federal protagonizou um momento polêmico com a Polícia Militar. Com uma das maiores pipocas da folia, Kannário chamou um policial de “b**** mole” e afirmou que se algo acontecesse com ele seria culpa da Polícia Militar.

Fonte: A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário