quinta-feira, 28 de maio de 2020

Brasil registra 438 mil casos e 26.754 mortes por Covid-19

Brasil registra 438 mil casos e 26.754 mortes por Covid-19
O Ministério da Saúde apontou no boletim desta quinta-feira (28) que o Brasil soma 26.754 mortes pelo novo coronavírus. O número era de 25.598 na quarta-feira (27), o que mostra a inclusão de 1.156 registros de morte em 24 horas. LEIA MAIS


O número de casos confirmados da Covid-19 no país é de 438.238 de acordo com o boletim. Eram 411.821 na quarta. Houve um acréscimo de 26.417 casos desde ontem. 

A pasta destaca que 233.880 pacientes estão em acompanhamento (53,4% do total). 
Especialista aponta que 'se Brasil parar por 2 semanas, é possível evitar as 125 mil mortes'
Foto: Reprodução/TV Globo
Após analisar o crescimento de casos do coronavírus no Brasil, o especialista das projeções feitas pelo Instituto de Métrica da Universidade de Washington (IHME) Ali Mokdad,  afirmou que a tendência de casos e mortes no país é alta e que a situação pode ser ainda pior se governo e população não levarem a crise a sério e adotarem "lockdown" por duas semanas. As projeções do IHME foram utilizadas pela Casa Branca como um dos principais modelos para monitorar Covid-19.

Mokdad deu entrevista à Folha de S. Paulo e explicou que ele e a equipe acompanham o avanço da pandemia no Brasil. Conforme atualização do instituto na segunda-feira (25), a expectativa de mortes pela doença no país passou de 88 mil para mais de 125 mil óbitos previstos até agosto.

"As infecções e mortes vão crescer e, o mais assustador, haverá a sobrecarga total do sistema de saúde", disse à Folha. O especialista ressaltou que se o Brasil cumprir o confinamento total por 14 dias, conseguirá controlar a propagação do vírus e poderá fazer a reabertura das atividades econômicas de maneira estratégica, e até de maneira mais rápida.
 Salvador teve queda de arrecadação durante período de enfrentamento à pandemia, revela Fazenda
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias
Um relatório apresentado pelo secretário da Fazenda de Salvador, Paulo Souto, à Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Salvador revelou uma queda na arrecadação da cidade no primeiro quadrimestre de 2020. 

A redução na arrecadação, de acordo com a pasta, está relacionada as ações de enfrentamento ao coronavírus, que envolve “implantação do isolamento social e a suspensão das atividades econômicas em geral, à exceção daquelas definidas legalmente como essenciais, a saber: Saúde, incluindo farmácias, Comércio de Alimentos e Transportes”. 


O levantamento demonstrou ainda um cenário positivo ao ser observado o período anterior a 21 de março. “No período compreendido entre o dia 1º e o dia 20 de março elas [ arrecadação de impostos] registraram um crescimento de 24%, o que significa um aumento de R$ 33 milhões de um ano para o outro. Já no período do dia 21 até o final do mês de março o que se verificou foi uma queda de 7,8% nessas mesmas receitas, estabelecendo uma perda de R$ 6,7 milhões comparado com o mesmo período do ano anterior”.


A pasta pontua ainda que “essas quedas de receita observadas no terço final de março só se acentuaram em abril e maio”. 


Em abril a redução foi de 18,6%, o que corresponde a uma perda de receita de R$ 40 milhões, e em maio, computada até o dia 25 do mês, foi de 33%, configurada uma perda de R$ 64 milhões.


No total, a queda das receitas correntes próprias de Salvador entre 21 de março e 25 de maio de 2020 somou R$ 111 milhões, valor este que, infelizmente, será ainda maior ao final do corrente mês de maio.


COVID-19
Um destaque especial nas despesas municipais têm sido as aplicações em ações de saúde voltadas ao enfrentamento da Covid-19. Os dados exibidos pelo secretário Paulo Souto mostram que esses gastos necessários somam R$ 149 milhões de março até maio, sendo que 70% desse montante, o que corresponde a R$ 104 milhões, formados por recursos próprios do município.

A receita total acumulada foi de R$ 2,5 bilhões, 9,2% em melhor em termos reais que a apurada em igual período de 2019. As despesas totais somaram R$ 2 bilhões, 4,8% em valores reais a mais do que em igual período de 2019. Registrou-se no quadrimestre um superavit corrente de R$ 424 milhões e um superavit orçamentário de R$ 534 milhões. As despesas com pessoal registraram um índice de 37,4% da receita corrente líquida - pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o limite é de 48,6%.
 
Quinta, 28 de Maio de 2020 - 19:57

Salvador ultrapassa 10 mil casos de coronavírus; número de mortes chega a 390

por Matheus Caldas
Salvador ultrapassa 10 mil casos de coronavírus; número de mortes chega a 390
Foto: Paula Fróes / GOVBA
Salvador chegou ao número de 10.006 casos de coronavírus. A informação consta no boletim desta quinta-feira (28) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Foram mais 534 casos adicionados em relação ao divulgado na última quarta-feira (27).

A pasta, contudo, ressalta que os casos não aconteceram em 24h, mas em um intervalo de 24 dias. “Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria”, informa a Sesab.

A capital baiana também registrou no boletim desta quinta mais 33 mortes. No total, 390 pessoas perderam a vida por conta da Covid-19. 
Morte de homem negro por policial gera onda de protestos nos EUA
Foto: Reprodução / UOL
Em protesto contra a morte de um homem negro por um policial após ter seu pescoço pressionado por cerca de 10 minutos,  manifestantes tomaram pela segunda noite as ruas de Minneapolis, nos Estados Unidos. 

As manifestações foram marcadas por violência e novos confrontos com a polícia. Na madrugada desta quinta-feira (28) um homem morreu em consequência das ações de confronto com a polícia local. 

George Floyd, de 46 anos, que trabalhava como segurança em um restaurante em Minneapolis, foi abordado por policiais que responderam a uma chamada de suspeita de uso de documentos falsificados na noite de 25 de maio.

Em resposta, a polícia usou gás lacrimogêneo e formou uma barricada humana para evitar que os manifestantes pulassem a cerca ao redor da delegacia onde os agentes acusados de matar Floyd trabalhavam. 

Um vídeo divulgado na terça-feira mostra Lloyd sufocando, sob o joelho de um policial branco, por pelo menos 10 minutos. Além disso, outros três oficiais, ao lado, não fazem nada, mesmo com a vítima dizendo repetidas vezes que não consegue respirar.


Um novo vídeo pode descartar as alegações da polícia de que o homem, suspeito de tentar passar uma nota falsa de 20 dólares, resistiu à prisão. Em imagens feitas pelas câmeras de um restaurante localizado em frente ao local da detenção, ele aparece com algemas nas costas sem oferecer resistência aos policiais.


Os manifestantes incendiaram uma loja de autopeças e saquearam outro estabelecimento nas proximidades. 
Em conversa com Alcolumbre, Fux defende Celso de Mello e manda recado a Bolsonaro
Foto: Nelson Jr./SCO/STF
O presidente interino do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), nesta quinta-feira (28) sobre o clima tenso entre o Planalto e a Corte. De acordo com a CNN Brasil, Fux afirmou ao parlamentar que as falas do presidente Jair Bolsonaro contra o ministro decano do STF, Celso de Mello, são consideradas um ataque a todo o Supremo Tribunal Federal. 

Fux se referia a afirmação de Bolsonaro também nesta quinta, em que o presidente do Brasil saiu em defesa dos seus ministros e criticou a postura de Celso de Mello ao tornar público o vídeo de reunião ministerial realizada em 22 de abril.

"O criminoso não é o Weintraub, não é o Salles, nao é nenhum de nós. A responsabilidade de tornar público aquilo é quem suspendeu o sigilo de uma sessão cujo video foi chancelado como secreto", disse Bolsonaro.

Ainda conforme a CNN, Fux afirmou a Alcolumbre que poderia haver uma resposta da corte mais incisiva.
Cadastro inscreve eleitores e candidatos a eleição do Conselho Estadual de Cultura
Foto: Reprodução / Conselho Estadual de Cultura da Bahia
O Conselho Estadual de Cultura está com o cadastro aberto até o próximo dia 1º de junho para eleitores e candidatos ao processo eleitoral de escolha de representantes envolvidos no fazer cultural da Bahia. Os escolhidos mediante votação irão compor o quadro de membros do órgão.

Para se inscrever no cadastro o interessado deverá preencher um formulário online (disponível aqui), declarar qual o seu território ou segmento cultural e seu interesse em registrar sua candidatura, representando um território e/ou segmento cultural e manifestação cultural.

O pleito vai eleger dez membros titulares e dez suplentes. Cada categoria vai contar com integrantes dos territórios culturais e de segmentos culturais e processos do fazer cultural do estado.


O resultado da primeira análise dos cadastros de eleitores e de registro de candidatos será divulgado no site da Secretaria de Cultura. As inscrições de eleitores e candidatos que forem indeferidas poderão ser contestadas junto à comissão eleitoral.

A lista de categorias e territórios que poderão ter candidatos nesta eleição está disponível no site. Os representantes eleitos vão executar mandatos de quatro anos (2020-2023). 
Congresso precisa agir antes que haja um golpe, dizem líderes de partidos no Senado
Foto: Reprodução / Senadoleg
Líderes partidários do Senado criticaram, nesta quinta-feira (28), a tentativa do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) de buscar uma pacificação entre o presidente da República Jair Bolsonaro e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Nesta quinta-feira (28), Alcolumbre esteve no Palácio do Planalto para uma conversa com Bolsonaro. Após o encontro, ele narrou aos colegas que levou uma mensagem de harmonia diante da escalada da retórica autoritária do presidente. 

O líder do PT, Rogério Carvalho (SE) afirmou que as manifestações desta quinta do presidente Bolsonaro e de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), não podem ser aceitas. O presidente afirmou, ao sair do Palácio da Alvorada, que "ordens absurdas não se cumprem", em relações às decisões recentes do STF, segundo a Folha de São Paulo.

Já seu filho falou que será natural se a população recorrer às Forças Armadas caso esteja insatisfeita com o desempenho do Congresso Nacional e do STF.

“O que o presidente (Bolsonaro) falou hoje, o que o seu filho falou hoje é dizer que já não é uma questão de fazer, de dar um golpe, de estabelecer o limite para o STF, para o Congresso Nacional, mas é quando isso é uma ameaça inaceitável que nós não podemos aceitar calados, nem o Congresso, nem o Senado, nem a Câmara”, criticou o líder do PT.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) considerou como preocupantes as declarações da família Bolsonaro que, segundo ela, são uma ameaça de golpe.

“O presidente tem feito declarações extremamente preocupantes, e não apenas ele, mas os seus familiares, mais precisamente seus filhos, O que nós temos hoje é uma escalada clara de que há um desejo por parte deste governo de ameaçar a democracia e até estabelecer um golpe no nosso país”, disse.

Eliziane criticou a tentativa de Alcolumbre de pacificação, que segundo ela, não têm mais reflexo junto ao governo federal.

“Ou nós vamos agir ou teremos simplesmente que olhar uma situação acontecendo, numa posição clara de letargia, sem agir e, infelizmente, tendo que, lá na frente –e eu espero que isso não aconteça–, acompanhar um golpe de Estado”.

Para o líder da Rede, Randolfe Rodrigues (AP), Alcolumbre precisa ter uma posição que vá além de pedir pacificação.

“Em algum momento, tem que ser dito para o Senhor presidente da República que ele não pode avançar mais”.

Mais cedo, Alcolumbre chegou a narrar para os colegas senadores a conversa como presidente da República, onde o senador afirmou que levou uma mensagem de “calma e serenidade”.

“Foi uma conversa boa, muito franca, diante de tudo que viemos nos últimos dias desde a publicação do vídeo, e a gente vai tratar com serenidade, e vamos pedir calma, e quando chegar outro momento, lá na frente que superarmos a maior dificuldade do brasil cada um pega a bandeira do seu partido e a gente vai para o embate depois que a gente salvar os brasileiros e as empresas”, disse ele aos senadores, na reunião acompanhada pela Folha.

Apesar do diálogo, o líder do MDB na Casa, Eduardo Braga (AM), afirmou que é preciso que haja firmeza do lado do Congresso para que seja feita a defesa da democracia.

“Quero dizer ao presidente Alcolumbre que concordo com a firmeza na defesa da democracia e, ao mesmo tempo, com a serenidade e a sensatez que o momento exige. Acho que todos nós precisamos entender que, no meio desta pandemia, quando o Brasil chora a perda de compatriotas, e muitos ainda correm risco de vida, nós devemos ter muita firmeza em defesa da democracia, muita sensatez e muita serenidade”.

Já o líder do PSD, Otto Alencar (BA), cobrou que o Congresso faça uma manifestação contra as agressões.

“É importante, agora, que se dê uma posição. É super importante isso. Eu queria colocar que a posição do nosso partido –já conversada com os nossos senadores– vai ser equilíbrio neste momento, para ver se o Brasil encontra um passo nesse descompasso que estamos vivendo”.

Alvaro Dias (Podemos-PR), líder da legenda, defendeu que seja colocado um limite ao presidente da República.

“Eu acho que nós precisamos estabelecer um limite no tempo. Essa crise já chegou à sociedade, já está, na opinião pública, como uma preocupação do dia a dia. Este confronto entre os Poderes afronta os princípios democráticos, porque é evidente –e todos nós sabemos disso– que podemos, eventualmente, atacar, agredir, criticar esse ou aquele integrante de quaisquer dos Poderes, mas não podemos agredir as instituições. E elas estão sendo agredidas”, disse.

O senador afirmou que não é possível que haja pedido de entendimento constantemente.

“É preciso que se estabeleça um prazo. Nós não podemos ficar indefinidamente pedindo o entendimento. Nós estamos dispostos, obviamente, a nos desarmar –e essa tem sido uma manifestação recorrente aqui no Congresso Nacional–, mas é preciso que entendam que há um limite para as agressões reiteradas às instituições democráticas”.
Dólar sobe e fecha dia cotado a R$ 5,38; Bolsa tem leve queda
Foto: Reprodução / Agência Brasil
O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (28) vendido a R$ 5,386, com alta de R$ 0,103 (1,95%). A moeda chegou a ser vendida pouco acima de R$ 5,30, mas acelerou durante a tarde até fechar na máxima do dia. A moeda norte-americana acumula valorização de 34,28% em 2020.

O euro comercial fechou o dia vendido a R$ 5,968, com alta de 2,79%. A libra comercial subiu 2,94% e terminou a sessão vendida a R$ 6,658, de acordo com a Agência Brasil.

Já no mercado de ações, o dia foi marcado pela volatilidade. O Ibovespa, índice da B3 (bolsa de valores brasileira), fechou o dia aos 86.949 pontos, com queda de 1,13%. A bolsa operou perto da estabilidade durante boa parte do dia, mas passou a cair perto do fim das negociações.

O Ibovespa foi influenciado pelo mercado norte-americano. O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou a quinta-feira com recuo de 0,58%. Além do escalonamento das tensões diplomáticas entre os Estados Unidos e a China, o mercado refletiu a divulgação de que a maior economia do planeta encolheu 5% no primeiro trimestre, em taxas anualizadas (quando a variação de um trimestre é projetada para os 12 meses anteriores).
 
João Roma pede à prefeitura de Salvador flexibilização de uso de máscara para autistas
Foto: Divulgação
Em muitos casos, o uso das máscaras potencializa reações sensoriais e provoca uma sensação de pinicação e queimação

O deputado federal João Roma (Republicanos) pediu à Prefeitura de Salvador a flexibilização da obrigatoriedade do uso de máscaras para pessoas com autismo. A solicitação, por meio de um ofício, foi feita pelo deputado após reivindicação do vice-presidente da Associação de Amigos do Autista da Bahia (AMA-BA), Leonardo Martinez.

O pedido de Roma também vale para pessoas com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial. O parlamentar destaca que, em muitos casos, o uso das máscaras potencializa reações sensoriais ou agitações psicomotoras, provocando inclusive uma sensação de pinicação e queimação, o que impossibilita a utilização do objeto.

“Esta medida atenderá ao pleito de pais e cuidadores de pessoas com autismo e outras deficiências. Muitos pais precisam, por exemplo, ir até a uma farmácia, supermercado, e precisam levar seus filhos. Contudo, devido à obrigatoriedade do uso de máscaras, acabam não podendo entrar nos estabelecimentos, assim como no transporte público”, afirma Roma.

A solicitação da AMA leva em conta relatórios elaborados por diversos especialistas na área, a exemplo da neuropediatra Adriana Mattos, especialista em autismo; de Ana Marta Vieira Ponte, uma das maiores especialistas em terapia ocupacional do país; da neurologista e professora da Ufba Rita Lucena; e da virologista e também professora da Ufba Nadia Rossi.

Leonardo Martinez explica que, para as pessoas com autismo, a máscara, que é um meio de proteção, pode ter um efeito reverso. “O relatório da dra. Nadia Rossi aponta que a máscara é um excelente instrumento de defesa desde que utilizada adequadamente. A frente das máscaras serve como barreira para que os vírus e bactérias fiquem retidos. Porém, a pessoa com o autismo, em função dessa questão sensorial, acaba manipulando muito essas máscaras. Então, o que seria um meio de proteção, vira um meio de contaminação”, afirma.

Martinez conta que tem sido procurado por pais e mães que revelem situações complicadas em relação ao uso das máscaras. “Outro dia, fui procurado por uma mãe que não tem com quem deixar o filho dela, que não aceita usar a máscara. Ela precisou ir até a farmácia comprar o remédio dele, e teve que deixar o filho fora da farmácia, enquanto ela entrou para comprar o medicamento”, relata.
Covid-19: 34 casos são descobertos em Periperi no primeiro dia de testes
Foto: divulgação/Sesab
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) identificou 34 casos do novo coronavírus no bairro de Periperi nesta quinta-feira (28). Este é o primeiro dia de medidas restritivas regionalizadas com testagens no bairro.

Foram feitos 150 testes rápidos. Todos os moradores que apresentam febre e outros sintomas da Covid-19 são testados. Nos outros oito bairros em que já foram aplicadas as medidas restitivas mais duras, foram feitas 1.148 testagens com 188 casos positivos.

Das confirmações, 27 foram registradas em Plataforma, 34 na Liberdade, 7 em Brotas, 24 no Lobato, 30 em Cosme de Farias, 11 no Uruguai e 21 em Massaranduba. 

A partir de sábado (30), Pernambués também vai passar a ter ações setorizadas, incluindo os testes rápidos. Hoje as medidas restritivas foram encerradas em Brotas.

Os leitores do Bahia Notícias opinaram, e acreditam que o presidente Bolsonaro e os governadores devem se entender pois isso é o melhor para o Brasil. A opção "Claro, é o melhor caminho para o Brasil", teve 43,17% dos votos na última pesquisa que perguntou: "Bolsonaro e os governadores finalmente devem se entender?"

Em segundo lugar ficou "Sim, é preciso achar um meio termo", com 21,68%. Já "Não, pois os governadores querem derrubá-lo" ficou com 16,76%. A opção "Não faz diferença" teve 12,75% dos votos dos leitores do BN.

Em último lugar ficou a opção: "Jamais, pois o presidente nunca erra", com 5,65%.

A mais nova enquete já está no ar e o Bahia Notícias continua querendo sua participação. A pergunta desta vez é: "O inquérito das Fake News elevou a temperatura do caldeirão de Brasília. Vai resultar em algo?"
 
Quinta, 28 de Maio de 2020 - 19:05

Boletim traz 3 primeiras mortes por Covid-19 em hospitais de campanha de Salvador

por Rebeca Menezes / Matheus Caldas
Boletim traz 3 primeiras mortes por Covid-19 em hospitais de campanha de Salvador
Foto: Divulgação / Prefeitura
Três mortes em decorrência do coronavírus em hospitais de campanha da capital baiana foram registradas na edição desta quinta-feira (28) do boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). É a primeira vez que o governo estadual divulga este tipo de detalhamento.

O boletim não divulga em qual das unidades hospitalares montadas na capital houve os óbitos.

Uma das mortes em questão é de uma mulher de 85 anos que faleceu no último sábado (23). Ela deu entrada na UTI dois dias antes, na quinta-feira (21). Não há informações se ela tinha comorbidades associadas. 

Outro óbito é de uma mulher de 48 anos, portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internada deste o domingo (24), ela morreu na última quarta-feira (27).

A primeira morte desta lista foi registrada no dia 17 de mês. Trata-se de um homem de 54 anos, sem informações acerca de possíveis comorbidades. Ele foi internado no dia 23 de abril.

Todos eram residentes de Salvador.  
 
Quinta, 28 de Maio de 2020 - 19:00

Urandi decreta 'toque de recolher'; medida passa a valer a partir desta quinta

por Bruno Leite
Urandi decreta 'toque de recolher'; medida passa a valer a partir desta quinta
Foto: Reprodução
A prefeitura de Urandi, no território do Sertão Produtivo, decretou nesta quinta-feira (28) a restrição de circulação noturna nos logradouros públicos da cidade entre às 20h e 5h como medida de prevenção à disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A medida, conhecida como toque de recolher, foi publicada no Diário Oficial do Município de hoje e já começa a valer no mesmo dia da publicação. 

Só estarão autorizados a funcionar durante o período de restrição as farmácias e os postos de combustíveis. O funcionamento destes estabelecimentos estará condicionado a adoção de condutas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, assim como o uso de equipamentos de proteção individual.

Apenas servidores, funcionários e colaboradores em serviço e que atuem nas unidades de saúde e nos órgãos de seurança pública poderão trafegar pelas ruas após às 20h. 

Pessoas que precisem se deslocar por motivos de urgência ou aquisição de medicamentos também estarão autorizados, desde que comprovem a necessidade.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), divulgado nesta quarta-feira (27), Urandi tem 43 casos de Covid-19.
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
Foto: Priscila Melo / Bahia Noticias
A partir desta sexta-feira (29), os beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 – R$ 1,2 mil para mães solteiras – poderão pagar compras em cerca de 3 milhões de estabelecimentos comerciais em todo o país por meio do celular. A Caixa Econômica Federal está liberando uma atualização do aplicativo Caixa Tem que permite o pagamento por meio de código QR (uma forma mais avançada do código de barras que pode ser lido por câmeras de celulares).

De acordo com o vice-presidente de tecnologia do banco, Cláudio Salituro, a ferramenta foi desenvolvida em dez dias. A novidade estará disponível nos estabelecimentos com maquininhas da bandeira Elo. O banco informou que maquininhas de outras bandeiras poderão aderir livremente à novidade.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a grande vantagem da ferramenta consiste em diminuir a necessidade de saques em espécie do auxílio emergencial, reduzindo as filas nas agências. “Não precisa sacar. Basta movimentar o dinheiro de forma digital para fazer as compras”, declarou, segundo a Agência Brasil.

Primeiramente, o usuário poderá acessar o aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar as contas poupança digitais criadas pelo banco, e escolher a opção pagar na maquininha. Em seguida, a câmera do celular automaticamente abrirá. O usuário deverá apontá-la para o código QR que aparecerá na maquininha, conferir o valor da compra a apertar o botão confirmar na tela do celular.

Em seguida, a maquininha do cartão imprimirá o recibo dizendo que a compra foi efetuada. Uma via ficará com o estabelecimento. O cliente só pega a via dele se quiser. Isso porque o aplicativo Caixa Tem armazenará cada compra, permitindo a conferência do saldo.

“É muito simples e muito fácil de fazer”, disse Salituro. Ele acrescentou que o processo ajudará no combate à pandemia de coronavírus, à medida que o beneficiário do auxílio emergencial não precisará tocar na maquininha nem digitar senhas. “O processo é seguro e sem contato físico com a maquininha”, destacou.

A Caixa começa a liberar hoje a atualização do aplicativo Caixa Tem para celulares com o sistema Android. Para celulares da Apple, com o sistema iOS, a atualização que permite o pagamento com código QR será liberada até sábado (30).

O banco apresentou um balanço da movimentação das contas poupança digitais. Na última quarta-feira (27), o aplicativo Caixa Tem registrou 2,1 milhões de transações digitais, num total de R$ 647,4 milhões. Até agora, o aplicativo permitia o pagamento de boletos bancários, de contas domésticas (água, luz, telefone e gás) e de compras em sites parceiros. Com a nova ferramenta, será possível usar o aplicativo para compras nos próprios estabelecimentos.
 
Reino Unido fecha temporariamente embaixada na Coreia do Norte
Foto: Divulgação
O Reino Unido decidiu fechar temporariamente sua embaixada na Coreia do Norte. A informação foi anunciada nesta quinta-feira (28).

O motivo da decisão foi em virtude aos drásticos controles impostos por Pyongyang nas fronteiras para impedir a proliferação do coronavírus.  Isso tem inviabilizado a operação da embaixada do Reino Unido.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido informou que “tentará restabelecer sua presença em Pyongyang o mais rápido possível".

Desde o começo da pandemia, Coreia do Norte adotou quarentenas drásticas para todos estrangeiros, com confinamento quase completo em seu local de residência.
Covid-19: Bahia chega a 15.963 casos confirmados e 570 mortes
Foto: Jade Coelho/Bahia Notícias
O coronavírus já infectou 15.963 pessoas na Bahia de acordo com o novo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A publicação desta quinta-feira (28) trouxe registro de 39 óbitos em um período de 24 dias. O total de mortes no estado chegou a 570.

O número de pessoas que permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos, é de 10.173. 

Os casos confirmados ocorreram em 272 municípios. A capital Salvador contabiliza o maior número de casos (63,38%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.776,06), Ipiaú (4.076.47), Itabuna (3.934,85), Salvador (3.437,61) e Ilhéus (3.098,68).
Eneva tem financiamentos subsidiados de R$ 1,84 bilhão; empresa é ligada a bancos privados
Foto: Reprodução / Youtube
O ministro da Economia Paulo Guedes é crítico do uso do dinheiro público como indutor do crescimento. E revelou isso durante a reunião ministerial de 22 de abril, que teve o vídeo divulgado por determinação judicial.

Mesmo assim, há empresas que têm sido beneficiadas com recursos provenientes de impostos desde 1º de janeiro de 2019, quando Jair Bolsonaro se tornou presidente e Guedes o ministro da Economia, de acordo com o Poder360.

Um dos casos mais emblemáticos é o da Eneva. A empresa do setor de energia recebeu dois empréstimos vultuosos e em condições inacessíveis à maior parte das companhias no ano passado e neste:

R$ 1 bilhão– esse financiamento é do Banco da Amazônia e foi firmado em fevereiro de 2020. Os juros são subsidiados (IPCA + 1,5013% ao ano) pelo FNO (Fundo Constitucional do Norte). O valor supera 10% do total que o FNO tem disponível em 2020. Pode ser pago em até 16 anos. Nunca o FNO tinha emprestado tanto dinheiro para uma empresa privada. Os recursos são destinados à exploração de gás no Campo de Azulão, no Amazonas, para gerar energia elétrica em Roraima.

R$ 843 milhões– esse dinheiro saiu via Banco do Nordeste, com recursos do FNE (Fundo Constitucional do Nordeste), em junho de 2019. Com 17 anos para ser pago, o empréstimo cobra juros de IPCA + 1,938% ao ano. Os recursos são destinados a construção de usina termelétrica no Maranhão. O FNE emprestou no total R$ 20 bilhões em 2019 em todos os projetos que atendeu.

A Eneva é a maior operadora de gás natural do Brasil. Tem entre seus acionistas o BTG Pactual e o Fundo Cambuhy, do banqueiro Pedro Moreira Salles, do Itaú. Ele presidiu o Conselho do Itaú Unibanco de 2009 a 2017 e atualmente é presidente do Comitê de Estratégia da holding.

O Campo de Azulão, que a Eneva explora no Amazonas, fica a 200 km de Manaus. O gás será transportado até Boa Vista por caminhão para gerar energia em usina termelétrica do complexo Jaguatirica. O custo previsto de implantação do projeto é de R$ 1,8 bilhão.

Em novembro de 2019, o Projeto Azulão-Jaguatirica foi enquadrado pelo Ministério das Minas e Energia no Regime Especial de Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). Com isso, os bens e serviços envolvidos na obra ficarão isentos de PIS e Cofins.

Segundo a Secretaria de Fazenda do Amazonas, não haverá recolhimento de ICMS sobre o gás do Campo de Azulão devido às regras de benefício fiscal ao Estado vizinho.

Se o gás fosse destinado a Manaus, tampouco haveria recolhimento do imposto. A isenção vale para toda a produção do interior do Estado destinada à capital. Haverá recolhimento de ICMS sobre o transporte do gás de Azulão até Roraima.

O FNE fica com 1,8% da receita do IR (Imposto de Renda) e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). O FNO fica com 0,6% da receita dos 2 tributos, assim como o FCO, do Centro-Oeste. Aos 3 fundos constitucionais é destinada 3% da receita dos 2 tributos.


Os fundos constitucionais foram criados pela Constituição de 1988 e regulamentados pela lei 7.827, sancionada em 1989 por Paes de Andrade (1927-2015). Deputado pelo PMDB cearense e presidente da Câmara, ele estava em 1 dos períodos de interinidade como presidente da República durante o governo de José Sarney.
 
Auxílio Emergencial: Cerca de 1/3 dos que pediram ainda não receberam
Foto: Bahia Notícias
Entre os brasileiros que solicitaram o auxílio emergencial, um terço ainda não recebeu o benefício pago durante a pandemia do novo coronavírus. O recurso é equivalente a três parcelas de R$ 600, pagas pelo governo federal. 

Essa estimativa foi feita pelo instituto Datafolha em pesquisa realizada nos dias 25 e 26 de maio com 2.096 brasileiros. Esse mesmo levantamento indica que 43% dos entrevistados pediram o auxílio e, entre as famílias mais pobres, esse número sobe para 60%. Quanto à resposta, a proporção foi a mesma que a geral, 1/3 ainda não recebeu.

Outros dados da pesquisa indicam que 60% dos jovens, 54% dos moradores do Norte e Centro Oeste, 71% dos trabalhadores informais e 78% dos desempregados solicitaram o benefício.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o auxílio foi liberado para quase 60 milhões de pessoas até agora, número que é três vezes maior do que a projeção feita no início. Nessa terça-feira (26), o governo autorizou a liberação de mais R$ 28,7 bilhões para bancar o auxílio emergencial. Com isso, o programa chega a R$ 152,6 bilhões.
Mourão afasta possibilidade de ruptura democrática: 'Quem é que vai dar golpe?'
Foto: Isac Nóbrega/PR
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afastou qualquer possibilidade de ruptura democrática. Em entrevista a jornalista Andréia Sadi nesta quinta-feira (28), Mourão aformou que está "fora de cogitação" e que "não existe espaço no mundo para ações dessa natureza".

O tema está aquecido por recentes declarações de autoridades do governo em tom de ameaça a outros poderes. Quando perguntado sobre o tema e se não significaria uma ameaça à democracia, com risco de golpe, Mourão questionou "Quem é que vai dar golpe?". 

"As Forças Armadas? Que que é isso, estamos no século 19? A turma não entendeu. O que existe hoje é um estresse permanente entre os poderes. Eu não falo pelas Forças Armadas, mas sou general da reserva, conheço as Forças Armadas: não vejo motivo algum para golpe", disse em entrevista a jornalista.
Maracás tem primeiro óbito em decorrência da Covid-19; Sesab ainda não registrou caso
Foto: Reprodução / Vandinho Maracás
O município de Maracás, localizado no Vale do Jiquiriçá, teve seu primeiro óbito em decorrência da Covid-19 nesta terça-feira (26). O caso, entretanto, não foi computado no último boletim epidemiológico publicado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), que registrou 39 novos óbitos nesta quinta (28) e chegou a 570 vítimas da pandemia no estado.

Conforme informações da prefeitura, a primeira vítima da doença no município estava internada no Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, há 19 dias, para o tratamento de uma outra enfermidade, e lá teria sido infectada pelo novo coronavírus.

Maracás possui quatro casos confirmados da Covid-19, um a mais do divulgado no último boletim da Sesab. Há ainda outros 96 casos suspeitos, aguardando resultados de exames acerca da contaminação ou não.
BN na Tela: Levantamento mostra gasto milionário de deputados estaduais
A atual legislatura da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) não chegou na metade, mas os deputados estaduais já gastaram R$ 16,5 milhões dos cofres públicos na divulgação de suas ações em 2019 e 2020. Natural de Casa Nova, o deputado estadual Tum (PSC) não deve ter dificuldade de ser reconhecido na Bahia. O parlamentar gastou quase meio milhão de reais de verba pública na divulgação do próprio mandato nos últimos meses. Tum lidera os gastos em divulgação reembolsados pela verba indenizatória da Assembleia Legislativa da Bahia nessa legislatura. O parlamentar reembolsou R$ 489 mil, entre fevereiro de 2019 a maio de 2020. Líder do governador Rui Costa (PT) na AL-BA, Rosemberg Pinto (PT) destinou nos últimos quatro anos, R$ 137 mil de verba para exercício do seu mandato para a Itapuy FM, em Itororó, rádio que pertence a sua irmã e professora aposentada Rosane Evangelista Pinto. A rejeição ao presidente Jair Bolsonaro cresceu nas últimas semanas em meio à crise do coronavírus. De acordo com pesquisa Datafolha revelada nesta quinta-feira (28), 43% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo, o que representa um recorde. O último levantamento do instituto apontava 38% de rejeição. O prefeito ACM Neto (DEM) anunciou a autorização do funcionamento de panificadoras em bairros onde a prefeitura determinou o fechamento total do comércio. O prefeito divulgou ainda um protocolo que terá que ser seguido por todas as padarias da cidade a partir de agora. A partir do próximo sábado o bairro de Pernambués terá todo o comércio fechado, a exemplo do que já acontece em outras regiões da cidade, por determinação do prefeito. Neto autorizou também a prorrogação das regras de restrição total em Cosme de Farias, enquanto o bairro de Brotas, que também está há uma semana sem qualquer comércio em funcionamento, volta ao sistema de restrição normal. O Instituto Chico Mendes, órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente, decidiu extinguir a base avançada do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Tartarugas Marinhas e da Biodiversidade Marinha do Leste (Tamar) no distrito de Arembepe, em Camaçari. A fundação atua no local desde 1983, na proteção à espécie. Ex-assessor do ex-ministro Geddel Vieira Lima, Marco Antonio Ferreira Delgado foi nomeado para assumir o cargo de chefe de gabinete, código DAS 101.4, no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Os deputados baianos José Nunes (PSD) e Igor Kannário (DEM) estão entre os 10 parlamentares que mais faltaram das votações virtuais na Câmara durante a pandemia do novo coronavírus. Assista:




Kannário e José Nunes estão entre mais ausentes de votações online na Câmara
Fotos: Câmara dos Deputados
Os deputados federais da Bahia Igor Kannário (DEM) e José Nunes (PSD) estão na lista de parlamentares mais ausentes das sessões de votações virtuais da Câmara dos Deputados. Desde o início da pandemia, a Casa substitiu as sessões presenciais, em Brasília, pelas online, através de aplicativo nos celulares dos deputados. 

Das 64 sessões realizadas até o momento, Igor Kannário não marcou presença em 32, de acordo com levantamento do portal G1. José Nunes, por sua vez, não participou de 35 votações.

A equipe de reportagem analisou as 64 votações nominais ocorridas entre 25 de março a 25 de maio. As votações nominais são aquelas em que é identificado o posicionamento de cada parlamentar.

Procurados pela reportagem, os dois deputados justificaram as ausências. Igor Kannário disse, através de assessoria, que registrou apenas uma falta nas sessões virtuais e que "participou, neste período, de todas as votações importantes para combater o avanço da Covid-19". O parlamentar afirma que "assim como alguns de seus colegas, enfrentou instabilidade no sistema de deliberação remota em alguns dias de votação, impactando no número de votações nominais realizadas no período". "O deputado informa também que, no dia 14 de abril, não pôde participar completamente da última sessão iniciada devido a um problema de saúde".

O deputado José Nunes explicou que esteve presente em todas as sessões, mas que teve problemas técnicos para acessar o sistema de votação remoto da Câmara. "Minha residência eleitoral é em Euclides da Cunha, interior do estado, e infelizmente parte do interior da Bahia e do Brasil não são cobertos por internet banda larga, o que dificulta o acesso", justificou.

NA OUTRA PONTA
Os dados indicam que apenas 13 deputados federais participaram de todas as 64 votações durante o período de quarentena. Um parlamentar baiano aparece na lista: Cacá Leão (PP). 


A matéria do G1 ainda desta que 97,5% dos 513 deputados federais faltaram a pelo menos uma votação remota durante a quarentena.

Histórico de Conteúdo

«Maio 2020
DoSeTeQuQuSeSa
262728293012
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31123456

Nenhum comentário:

Postar um comentário