terça-feira, 21 de julho de 2020

Médico capimgrossense é acusado de jogar companheira do 5º andar de prédio em Salvador

Defesa do suspeito nega que ele tenha empurrado mulher e afirma que foi uma fatalidade, que a mesma sofria de depressão, Rodolfo Lucas natural de Capim Grosso, teve prisão preventiva decretada. Leia +

O caso ocorreu na Rua Rodrigues Doria, em Armação, por volta de 1h20 de segunda-feira (20). Vizinhos do casal disseram que Sáttia Lorena caiu do prédio após uma discussão com o companheiro, o também médico Rodolfo Cordeiro Lucas. O casal está junto há um ano.

A médica está internada no Hospital Geral do estado (HGE), onde passou por cirurgias. Segundo a família, o estado dela é considerado gravíssimo. Por causa da situação, a família pede doação de sangue para mulher.
Rodolfo foi encaminhado para a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), onde a ocorrência foi registrada, ainda na segunda-feira, após passar pela Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Segundo informou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), nesta terça-feira (21), o homem será encaminhado para o Centro de Observação Penal (COP) e, logo após, o destino será decidido pela Superintendência de Gestão Prisional. Todos os processos serão feitos no Complexo Penitenciário da Mata Escura.
De acordo com a delegada Bianca Torres, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) do Engenho Velho de Brotas, onde o caso é investigado, o médico nega ter empurrado a companheira. Ele disse, em depoimento, que a mulher sofria de depressão, o que familiares negam, e que ela se jogou do prédio.
Fonte G1 Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário