segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Rui descarta totalmente cancelar ano letivo de 2020: 'Iria aumentar o abandono escolar'

 

Rui descarta totalmente cancelar ano letivo de 2020: 'Iria aumentar o abandono escolar'

O governador Rui Costa (PT) voltou a descartar, nesta segunda-feira (10), a possibilidade de anular o ano letivo de 2020 devido a pandemia do novo coronavírus. Com as aulas da rede estadual suspensas no início do ano letivo, em março, parte da comunidade escolar pede o cancelamento do ano como forma de evitar aulas aos sábados e em feriados para cumprir o calendário escolar. Leia +

 

Para Rui, anular o ano de 2020 por conta da Covid-19, poderia causar também o cancelamento do ano letivo em 2021. “Provavelmente não teremos baianos ou brasileiros vacinados em janeiro de 2021. Cancelar o ano letivo de 2020 é também praticamente cancelar 2021, uma vez que o vírus ainda deve estar circulando no país no próximo semestre”, apontou. 

 

O petista sugeriu como melhor caminho para a situação, a retomada das aulas, com um protocolo rígido de segurança: “Quando a taxa de contaminação estiver menor, com menos leitos ocupados e muito menos óbitos, vamos anunciar o retorno das aulas”. Rui argumentou também que o cancelamento do ano poderia gerar um maior abandono escolar, devido ao aumento da idade do alunado em relação a série cursada.

 

“Vamos adotar as medidas no momento certo, com o máximo de segurança”, relatou o governador. Entre as medidas já anunciadas estão a divisão das turmas nas escolas estaduais pela metade com aulas intercaladas ao longo da semana, a instalação de ventiladores em todas as salas de aulas e o aumento do conteúdo que será passado como dever de casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário