quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Dinamarca estuda sacrificar 17 milhões de animais após descoberta de mutação do coronavírus


A informação foi divulgada pela primeira-ministra do país, Mette Frederiksen, que estimou que há cerca de 17 milhões de visons sendo criados no país. Leia +

Segundo Frederiksen, foram encontrados cinco casos da mutação do vírus nestes animais e 12 em humanos, o que sugere a transmissão e apresenta risco de que a vacina não consiga conter a nova variação.

“O vírus sofreu uma mutação no vison. O vírus mutante se espalhou para os humanos. Em outras palavras: o vírus mutado – via vison – pode apresentar o risco de que a próxima vacina não funcione como deveria”, afirmou.

“É necessário matar todos os visons na Dinamarca. Isso também se aplica aos animais reprodutores”, disse a primeira-ministra, que pontuou que o governo está estudando a decisão com “coração pesado”.

Fonte: Varela Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário