domingo, 29 de novembro de 2020

Ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 chega a 100% em Jacobina



Neste domingo (29), através de nota divulgada em rede social, o diretor médico do Hospital Regional Vicentina Goulart, Leandro Oliveira, afirmou que município de Jacobina “chegou ao ponto máximo da pandemia”. Leia mais

O médico, que responsável pelo único hospital especializado no tratamento da Covid-19 na região de Jacobina, lamenta que a população não esteja levando a sério a gravidade de doença. “Víamos verdadeiros carnavais fora de época, de políticos e da população aglomerando sem preocupações de evitar a propagação do covid-19. Ou seja, somos responsáveis por este aumento e reflexos de nosso comportamento”, alerta Dr. Leandro Oliveira.

Em conversa com a reportagem do Jacobina 24 Horas, a secretária municipal de Saúde,  Adelzina Paiva, afirmou está muito preocupada com a situação da Covid0-19 em Jacobina. “Infelizmente,  desde a campanha eleitoral, os números só têm aumentado. As pessoas não estão mais respeitando o distanciamento,  deixaram de usar máscara,  não utilizam mais o álcool em gel, e estão promovendo aglomerações sem se importar com os riscos aos quais estão expostos.  Lamentavelmente, isso vem acontecendo em Jacobina e na região. Não podemos vacilar, relaxar, fazer de conta que doença acabou, porque o vírus está circulando por ai e  cada vez mais ativo”, declarou a secretária de Saúde.

Veja abaixo a integra da nota divulgado pelo diretor médico do Hospital Regional Vicentina Goulart:

A UTI de Jacobina está lotada e com pacientes muito graves! A semi UTI está cheia! Chegamos ao pico da pandemia! O pronto atendimento do hospital não para! Foram inúmeras intubações essa semana! São frases que tem me preocupado ao longo da semana… e Quero acreditar que realmente estamos no pico, mesmo que a previsão não seja essa e nada animadora! Tudo reflexo do relaxamento da população, e sobretudo do período eleitoral. Neste, víamos verdadeiros carnavais fora de época, de políticos e da população aglomerando sem preocupações de evitar a propagação do #covid_19 !! Ou seja, somos responsáveis por este aumento e reflexos de nosso comportamento.

tirem a responsabilidade do comércio, das academias, dos restaurantes como forma propagadora do vírus…

E com o aumento da incidência, houve um aumento do número de atendimentos no PRONTO ATENDIMENTO do HRVG. A grande maioria( graças a Deus) sem sinais de gravidade! E muitos já em acompanhamento ambulatorial, nos procuram para alta médica do COVID!! O que acaba superlotando nossa emergência, diminuindo a qualidade nos atendimentos. NAo é nossa intenção!!! E estamos tentando solucionar.

Esses casos sem sinais de gravidade deveriam ser atendidos no CENTRO COVID do nosso município. E o encaminhamento destes pacientes, “desafogaria” atendimentos prioritários ( pacientes internados na enfermaria e semi-Uti, bem como aqueles pacientes que realmente precisam de emergência)…

Gostaria de pedir a conscientização da população em relação ao COVID! Somos responsáveis pelo aumento da incidência e sobretudo pela MORTALIDADE! Estamos sim, lutando para vencer essa doença, mas precisamos do apoio da população! Não leve esse vírus adiante… e lembrem-se da primeira frase desse texto!!!

Leandro Oliveira

Diretor médico do Hospital Regional Vicentina Goulart

Nenhum comentário:

Postar um comentário