sábado, 12 de dezembro de 2020

Homem morre em confronto após atirar em PMs na cidade de Saúde

 

Na noite desta sexta-feira (11), policiais militares da 24ª CIPM, lotados no 3º Pelotão, no município de Saúde, região de Jacobina, durante rondas no bairro do Alto da Santa Cruz, foram acionados por um rapaz que, assustado e nervoso, relatou que um homem acompanhado de mais três indivíduos portando armas de fogo, tinham colocado uma arma na sua cara e na boca de seu tio, ameaçando-os de morte. Leia mais

Após as informações colhidas, os policiais militares iniciaram diligências e, ao chegar nas proximidades do local, foram surpreendidos por disparos de armas de fogo. Diante da situação, os policiais e protegeram e iniciaram o revide, ao tempo que pediram reforço à Central  da 24ª CIPM por estarem em inferioridade numérica. Durante a troca de tiros, os policiais resolveram se aproximar em incursão cautelosa, momento em que avistaram um dos indivíduos, de 25 anos, alvejado no chão e portando duas armas de fogo, um revólver calibre 32, carregado com 6 cartuchos, sendo que 02 deflagrados, e uma espingarda de fabricação caseira carregada com chumbo. 

Os demais suspeitos fugiram tomando rumo ignorado. Os policiais prestaram socorro para o suspeito  baleado no confronto, o encaminhando para o Hospital Municipal de Saúde, onde não resistiu ao ferimento e morreu. Peritos do Departamento de Polícia Técnica foram acionados. As armas de fogo apreendidas foram  apresentadas na Delegacia de Polícia.

"Em certas situações, lamentavelmente a Polícia Militar necessita da utilização de meios letais para garantir a paz e a ordem públicas, proporcionando assim a continuidade da segurança da sociedade. Temos que agradecer pela proteção divina por nenhum policial militar ter sido vitimado nessa diligência", disse o major Flailton Oliveira, comandante da 24ª CIPM.

Vitor Costa / Secom da 24ª CIPM

Nenhum comentário:

Postar um comentário