quinta-feira, 4 de março de 2021

Médico relata drama de paciente que aguardou 8h por vaga em SSA: 'Situação gravíssima'

 


Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Salvador utilizou as redes sociais, na noite desta quarta-feira (3), para relatar a atual situação do sistema de saúde na capital diante do agravamento da pandemia da Covi-19. Há pelo menos duas semanas, as autoridades de saúde tem apontado para a possibilidade de colapso. De acordo com o relato feito por Pedro Julião, o paciente aguardou por 8h sob cuidados dentro da ambulância até que uma vaga fosse viabilizada em uma unidade hospitalar. Leia mais

“Estamos com o paciente dentro da ambulância com desconforto respiratório, fazendo uso de oxigênio suplementar e máscara não renalante. Salvador nãoo tem vaga para a gente levar os pacientes. Por favor, entendam que a situação é gravíssima, nós chegamos no limite da ocupação dos leitos”, apela o profissional de saúde.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde da capital baiana, na tarde desta quinta-feira (4), 508 dos 599 leitos de UTI Covid-19 adulto estão ocupadas. No que se refere aos leitos clínicos, a ocupação é de 337 do total de 396. Já nos leitos pediátricos, do total de 27 UTIs, 17 estão ocupadas. Quanto aos leitos clínicos de atendimento pediátrico exclusivos ao atendimento da Covid-19, 32 dos 37 disponíveis já estão em uso. 

“Sabemos que a necessidade do isolamento social é muito importante. Eu entendo que os comerciantes, as pessoas que trabalham no mercado informal precisam levar comida para casa, mas agente tem que pensar que a vida humana é mais importante que isso. As decisões do governo do estado e da prefeitura de ter esse perfil de isolamento social, lockdown, toque de recolher, a intenção é isolamento. Faça a sua parte. A situação é real e precária. Não duvide que não temos vagas”, apela Julião em vídeo. 

Fonte: Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário