sábado, 22 de maio de 2021

Capim Grosso: Departamento de Meio Ambiente aplica multas por derrubadas de licurizeiros

É comum, passarmos por áreas desmatadas próximo ao perímetro urbano ou até mesmo na zona rural e vermos dezenas de plantas nativas serem dizimadas, o maior exemplo acontece com o Licurizeiro, que serve como uma importante fonte de renda para famílias carentes e também para produção de ração para animais, sendo um importante aliado dos produtores de gado no período seco.

Mesmo com todos esses recursos a planta vem sendo exterminada na região, desaparecendo para dar lugar a loteamentos e empreendimentos que não se adaptam a um desenvolvimento sustentável preservando a natureza. No período em que se comemora a semana da Biodiversidade, tendo como a data de hoje 22 de maio como o dia da Biodiversidade Mundial, uma importante ação foi tomada pelo meios de proteção ao meio ambiente de Capim Grosso.     

O Departamento de Meio Ambiente se reuniu no dia 19 de maio com o Conselho Municipal de Meio Ambiente para tratar de assuntos referentes a preservação ambiental do município de Capim Grosso. Um dos assuntos em pauta foi a preocupação com o constante desaparecimento das palmeiras do licuri, muito importante para a região.

De acordo a Lei Municipal Nº 292/2014 fica proibida a derrubada de palmeiras do licuri no território de Capim Grosso e regulamenta a preservação da espécie. Essa legislação vem sendo constantemente desrespeitada. Sobre as repetidas infrações o Departamento já tomou as medidas cabíveis, mas, além dos riscos inerentes ao desconhecimento da obrigatoriedade de respeito a legislação, as pessoas devem se conscientizar da importância de conservação e preservação dos recursos naturais que serão relegadas as futuras gerações.

Lei Estadual Nº 10.431 de 20/12/2006, dispõe sobre a Política de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade do Estado da Bahia e dá outras providências.

Redação FR com informações PMCG

Um comentário: