segunda-feira, 24 de maio de 2021

Prefeitura de Quixabeira renova decreto com medidas de combate à Covid-19



A Prefeitura Municipal de Quixabeira, renovou por meio do decreto nº 146 de 24 de Maio de 2021(Clique e leia o decreto), as medidas restritivas de combate à Covid-19, na sede e nos distritos. As novas determinações têm validade até dia 07 de Junho, com o objetivo de conter o avanço da pandemia.

 

Acompanhe abaixo o resumo do novo decreto: 

 

O QUE NÃO PODE:


* Funcionamento do comércio não essencial entre às 18h e 5h durante todos os dias da semana entre os dias 24/05 e 07/06.


* Funcionamento do comércio não essencial entre às 18h da sexta-feira(28/05) e 5h da manhã da segunda(31/05).


* Funcionamento do comércio não essencial entre às 18h da sexta-feira(04/06) e 5h da manhã da segunda(07/06).


* Atividades esportivas; Futebol(babas), Futsal, Futvôlei e etc, entre os dias 24/05 e 07/06.


* Movimento de pessoas sem máscaras, nos órgãos públicos e comércios, entre os dias 24/05 e 07/06.


* Comercialização de bebidas alcóolicas durante o toque entre às  18h e 5h da manhã do dia seguinte e durante às 18h das sextas-feiras(28/05 e 04/06) até ás 5h das manhãs da segundas-feiras(31/05 e 07/06). Ou seja, os dois próximos finais de semana, não pode comercializar bebidas alcóolicas.


O QUE PODE COM RESTRIÇÕES:


* Durante os horários do toque de recolher as lanchonetes, pizzarias e semelhantes, só poderão comercializar no sistema de Delivery.


* Os restaurantes só poderão funcionar nos finais de semana até às 14 horas.


* As igrejas poderão funcionar até o máximo às 20 horas com o número de fiéis sempre igual o menor a 30% da capacidade do templo, além de disponibilizar alcool em gel e exigir dos fiéis o uso de máscara.


* Academias só poderão funcionar com o máximo de 30% da capacidade, nos horários autorizados para as atividades não essenciais.


* Funcionamento das Feiras Livres dos dias 27/05(quinta) e  02/05(quarta), com barraqueiros do município e comercializando gêneros alimentícios.


 

O não cumprimento das medidas estabelecidas no decreto caracterizará como infração à legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções aplicáveis, inclusive suspensão e cassação da autorização municipal de funcionamento. As medidas previstas deverão ser aplicadas também às pessoas que descumprirem a determinação de quarentena ou isolamento domiciliar.

 

Blog do Ril de Beto

Nenhum comentário:

Postar um comentário