terça-feira, 27 de julho de 2021

Governador sanciona ampliação de reconhecimento facial para Capim Grosso e outras cidades

Andar nas ruas sabendo que o espaço público é monitorado por câmeras capazes de registrar e identificar criminosos, armas, placas de carros e atitudes suspeitas. O que um dia foi ficção científica já levou à prisão de mais de 200 suspeitos em Salvador e está sendo ampliado pelo Governo do Estado para Capim Grosso e outros 76 municípios baianos, 39 ainda neste ano. O investimento de cerca de R$ 665 milhões foi autorizado na terça-feira, 27, pelo governador Rui Costa, em solenidade no Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na capital.

O munícipio de Capim Grosso no momento identifica suspeitos visualmente através do policial. A partir de 2022, terá acesso a essa inteligência artificial, onde o próprio sistema identificará  criminosos, suspeitos, armas e placas de veículos, o que indica a redução da criminalidade e aumento da segurança para a população.

As câmeras estarão em postes, viaturas e na palma da mão dos policiais. O tenente-coronel Marcos Oliveira, superintendente de Tecnologia da SSP, explicou como funciona a tecnologia. “Dentro do nosso contrato estão previstos quatro tipos de pontos de imagem. São câmeras de reconhecimento facial de fluxo aberto, para locais públicos, de fluxo controlado, tem câmeras de análise situacional e de leitura de placas. Além disso, os dispositivos que estão sendo colocados nas mãos dos nossos policiais são dispositivos com capacidade de fazer captura de face, levar para nossa Central, e fazer o reconhecimento facial através do nosso sistema. Todo policial, com equipamento em mãos, poderá fazer a atividade do reconhecimento facial em tempo real”.

Capim Grosso tem sua população estimada em 30662 habitantes, conforme dados do IBGE de 2019, sendo o terceiro maior município da microrregião de Jacobina. De acordo com a 91ª CIPM que tem sede em Capim Grosso e abrange as cidades de Quixabeira, Gavião, São José do Jacuípe, Mairí, Várzea da Roça, Várzea do Poço e Serrolândia. Apresentou no primeiro semestre de 2021 uma redução de 35,2% no número de homicídios comparado ao mesmo período do ano passado. Ocorrendo 62 prisões em flagrante, 17 armas, 26 veículos e 53 drogas apreendidas, 117 pessoas conduzidas, 16 veículos recuperados e 43.343 veículos abordados.

O Governador Rui explicou que o critério de escolha dos municípios para receber a tecnologia foi o tamanho. “O tamanho do município coincide com as ocorrências de homicídios. Os maiores municípios são os que apresentam maiores índices”, afirmou.

Os 39 municípios que vão contar com a tecnologia ainda este ano são Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas, Simões Filho, Candeias, Dias D´Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, São Francisco do Conde, Pojuca, Itaparica, Madre de Deus, Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Brumado, Juazeiro, Paulo Afonso, Jacobina, Senhor do Bonfim, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Eunápolis, Valença, Itamaraju, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vitória, Ibotirama e Seabra.

Os outros 39 municípios que serão contemplados em 2022 são: Serrinha, Cruz das Almas, Santo Amaro, Euclides da Cunha, Catu, Santo Estevão, Maragogipe, Entre Rios, Amargosa, Esplanada, Cachoeira, Olindina, Ubaíra, Saubara, São Miguel das Matas, Nova Fátima, Caetité, Rio de Contas, Itiruçú, Érico Cardoso, Jussiape, Casa Nova, Capim Grosso, Pindobaçu, Novo Triunfo, Ponto Novo, Prado, Itacaré, Ubatã, Alcobaça, Cairu, Santana, Serra Dourada, Taboca do Brejo Velho, Lapão, Andaraí, Lençóis, Mucugê, Vale do Capão (Caetê-Açu/Palmeiras).

Além de aumentar o número de municípios atendidos pela tecnologia, o projeto traz mais uma inovação, a adoção de 3.917 terminais de rádio comunicação de voz, vídeo e dados que serão implantados em viaturas das unidades da Polícia Militar da capital e região metropolitana. Os chamados rádios transceptores permitirão o acesso imediato das equipes policiais nas ruas aos alertas emitidos pelos sistemas de reconhecimento facial e de placas, em tempo real.


FR Notícias com informações SECOM/BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário