terça-feira, 21 de setembro de 2021

Capim Grosso reduz em 35% os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) segundo Major Berenilson

 Capim Grosso reduz em 35% os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) segundo Major Berenilson

Nesta segunda-feira, 20, o Major Berenilson comandante da 91ª Companhia Independente de Policia Militar esteve na sessão da Câmara de Vereadores e informou que Capim Grosso reduziu em 35% o índice de Crime Violentos Letais Intencionais (CVLI) em comparação ao primeiro semestre de 2020.

O major está há um ano e meio à frente 91ª CIPM com sede em Capim Grosso e mais sete cidades: Gavião, São José, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Mairí, Serrolândia e Quixabeira.  “Nosso discurso sempre foi o empoderamento e prevenção aos direitos humanos, intitulado de quarteis abertos”, disse. “Fico feliz em retornar a essa Casa, representando a Polícia Militar da Bahia”.

Agradeceu ao Governador Rui Costa, ao Comandante Geral coronel Coutinho, e ao Comandante da Região Norte, Walter Araújo.

Berenilson comentou que a companhia já tem uma história nesse período e que assumiram que se tem muitos desafios no tocante a pauta da segurança pública.

Dividiu o mérito com os praças e oficiais, comemorando o ganho do prêmio policial, onde se apresentaram como a unidade de maior redução de CVLI no primeiro semestre de 2021 comparando a 2020 uma marca de 35% de preservação de vidas.

Disse que o quartel está a disposição e sempre estará com a meta de trazer a segurança para a população.

Sobre os desafios no tocante à crianças e adolescentes no uso de direção veicular e consumo de bebidas alcoólicas apresenta uma série de demandas e vai colocar essa pauta no Ministério Público, Poder Judiciário e a Casa Legislativa.

Ressaltou sobre as conquistas em andamento como a criação de um destacamento em Pedras Altas que segundo ele é um local que exige a demanda de uma segurança pública mais presente, principalmente por ser cortado por uma BR e ser ponto estratégico.

O comandante disse que participa das ocorrências pessoalmente, colocando o contato disposição da população e várias pessoas já mantiveram contato. “São várias as situações que a polícia militar conseguiu se fortalecer nesse sentido, com extensão da 91ª CIPM”.  

O Major destacou a importância de se fazer mais contra a violência doméstica e a intenção é criar a ronda Maria da Penha e colocar dois policiais femininos e dois masculinos para atender essa demanda, embora já faça isso, são PMs que também desempenham outras atividades.

O comandante informou que ao assumir a Companhia comparando 2020 a 2021, foi um susto, pois se deparou com sete homicídios em Capim Grosso e cidades como Várzea da Roça e Mairí dominadas pelo trafego. “E a polícia hoje é respeitada e presente com grandes apreensões e grandes prisões, um orgulho e pertencer a Região Norte e Comandar a 91ª CIPM”.

Disse ainda que a causa maior de comparecer à Câmara de Vereadores foi para parabenizar e dizer que a polícia militar está à disposição, embora a vereança não possa pertencer a esse ou aquele estando à disposição para ouvir e incrementar para a polução.

“A polícia só tem sentido de forma preventiva se tiver perto do povo”, acrescentou.  

O Major Berenilson respondeu perguntas dos legisladores e explicou que foram criadas várias operações a exemplo de Sertão Seguro para que a população possa ver a polícia e participar da segurança pública com mais confiança e seguindo às diretrizes do comando da Região Norte. Informou ainda que já existe a ronda rural.

“O maior desafio é ter os resultados satisfatórios que estamos tendo, os policiais são de sete estados do Brasil, mas a nossa filosofia de comando conseguimos ter uma família”.

Também destacou o apoio que vem recebendo da prefeitura desde que chegou como a alimentação, a gestão no sentido de pessoas que cuidam da limpeza do quartel e outros fatores”.

 “Por conta do trabalho prestado e pela confiança que também nessa Casa nós temos todo apoio”, completou.

“Quando precisamos trazer forças de segurança como a Rondesp e Caatinga para dá um reforço maior na região então, a seara do Poder Executivo a PM fica agradecida”, agradeceu.  

Informou ainda que já conduziu mais de 200 motocicletas para ao pátio em senhor do bonfim, então o trabalho está sendo feito, mas a população precisa abrir o diálogo com outras instituições como o Ministério Público e Retran, com dialogo de conscientização nesse sentido.

“O primeiro caminho é o dialogo pois no final quem ganha é a própria comunidade”.

“Uma criança de 11 anos não é para estar com motocicletas”

Entender o papel da polícia militar é muito amplo, mas o artigo 144 da Constituição Federal que é a ordem pública, é trabalhar com prevenção, esse é o principal papel.

“A nossa parte preventiva na zona rural é feita, a pessoa vai fazer o assalto e vai pela madrugada, justamente no momento que a PM não esteja, mas vários casos foram resolvidos conversando com o próprio lesado e a polícia civil vai dá essa resposta, quando a gente olha o que é Capim Grosso hoje, é uma unidade forte, com parâmetro que é a preservação da vida”, pontuou

Lembrou que a cidade de Gavião tem quase 900 dias sem homicídios.

“Em Capim Grosso foram criminosos importantes colocados atrás das grades e vamos fazer mais. Me coloco a disposição das associações de bairros para o diálogo.  

 “Nosso trabalho é compromissado, se nota um grande número de adolescentes e crianças que comparecem ao quartel com um sonho de ser policial”, finalizou.

O telefone para contato do Major Berenilson é o 75 9 98285195.

ASCOM/CMV

Compartilhe! Aqui a informação tem credibilidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário