segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Jovem esfaqueia e ateia fogo na mãe, furta um carro e é preso após invadir escola em MG

 

Jovem foi preso após tentar matar a mãe, furtar carro e invadir escola em Montes Claros — Foto: Paula Alves/Inter TV Grande Minas

Um jovem foi preso depois de tentar matar a própria mãe, furtar um carro durante a fuga e invadir uma escola em Montes Claros, na madrugada deste domingo (12). A vítima, de 46 anos, levou uma facada no pescoço e foi encaminhada por familiares à Santa Casa. O hospital informou que o estado de saúde dela é estável.

Segundo a Polícia Militar, o rapaz, de 21 anos, estava em casa com a mãe e a namorada, no bairro São Judas, quando o crime ocorreu.

“Em dado momento, ele discutiu com a companheira e a trancou em um quarto. A mãe dele tentou intervir e levou uma facada no pescoço. Em seguida, ele pegou um coquetel molotov e lançou contra a senhora, que teve rosto e couro cabeludo atingidos. Ela perdeu muito sangue e ficou em estado de choque. Ele quis queimar a casa também”, explicou o tenente Clyver Alessandro Oliveira Santos.

          Mulher perdeu muito sangue depois que o filho tentou matá-la — Foto: Redes Sociais      

O suspeito fugiu, pulando em casas vizinhas e saltando dentro de um córrego que fica perto do imóvel. Em seguida, ele furtou um carro de uma mulher, que chegava na residência dela.

“Ele usou esse automóvel para arrombar o portão de um colégio, no Centro. Depois de derrubar a estrutura, dirigiu até uma linha férrea e deixou o veículo lá. Voltou para a escola, danificou vários móveis e foi até o telhado, na parte de cima, para tentar suicídio. Após parlamentação, conseguimos tirá-lo do local, efetuando, então, a prisão dele”.

Familiares contaram aos policiais que o homem tem problemas psicológicos e precisa tomar remédios de uso controlado. Também disseram que ele estudou na escola que foi danificada e se deparou com episódios de bullying.

“Ele estudou lá durante todo o ensino fundamental e, conforme pontua os familiares, tinha lembranças negativas”, esclareceu o tenente Clyver.

Ainda de acordo com a PM, o rapaz não soube explicar a motivação do crime. A polícia suspeita de que ele possa ter planejado a ação, principalmente pela fabricação do coquetel molotov.

O jovem foi encaminhado à Polícia Civil, por tentativa de homicídio, furto e dano. Ele já tem passagens por lesão corporal, roubo e embriaguez ao volante. O caso vai ser investigado.

Fonte: G1

   Portão de escola ficou danificado após jovem que tentou matar a mãe invadir o local — Foto: Paula Alves/Inter TV Grande Minas

                Jovem furtou carro e abandonou em linha férrea — Foto: Redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário