sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Dois homens naturais de Casa Nova são presos suspeitos de participar de uma quadrilha envolvida com roubos de veículos

 

Polícia descobre rota internacional para saída de carros roubados

Integrantes de uma quadrilha envolvida com roubos de veículos e suspeitos de participação em roubo a instituições financeiras, dois homens naturais da Bahia e Pernambuco foram capturados, na manhã desta quinta-feira (13), por integrantes da 45ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Curaçá). Com diversas passagens pela polícia, a dupla trocava os carros roubados por armas e drogas na Bolívia.

Eles foram encontrados quando atravessavam de balsa da Bahia para o estado de Pernambuco, em uma caminhonete Chevrolet, modelo GM/D20, com restrição de roubo e placa IAS 6546 clonada, roubada na segunda (10), no município de Arapiraca, em Alagoas. A polícia contou com o auxílio do GPS da seguradora do veículo para localizar os suspeitos.

Conforme o comandante da 45ª CIPM, major Leonel Carlos Ribeiro Neto, eles foram interceptados após o monitoramento da rota que faziam.

“Nós sabíamos que eles usariam o meio aquático, para sair do estado e, durante as abordagens, o que chamou a nossa atenção foi a falta do chassi do carro”, disse o oficial. Os homens foram questionados pelos policiais sobre a procedência do veículo, mas como não sabiam foram conduzidos até a sede da Delegacia Territorial (DT) de Curaçá.

A titular da unidade, delegada Tereza Jucélia Barbosa, detalhou que os homens já estavam sendo investigados pela Polícia Civil de Alagoas e que, após troca de informações, descobriu que eles roubaram o veículo usando arma de fogo.

“Nos temos indícios de que esses criminosos levavam os veículos para Pernambuco e de lá para a Bolívia, para trocar por armamentos e entorpecentes”, explicou.

Naturais de Casa Nova, divisa com Pernambuco, e de Petrolina, os homens já foram presos anteriormente, no ano de 2021, no estado do Piauí, portando duas armas calibres 38 e 380, munições, balaclava e um celular com fotografias de instituições financeiras do município de São Raimundo Notato-PI.

“Um deles, além desta passagem, já havia sido preso no Acre quando voltava da Bolívia uma quantidade de drogas e já tinha mandado de prisão aberto pela comarca de Petrolina por tráfico de drogas, estelionato, roubo e porte ilegal de arma de fogo, que foi cumprido”, contou Tereza.

As equipes da DT de Curaçá seguem com as investigações, juntamente com a PC pernambucana, para descobrir outros envolvidos. Os suspeitos foram flagranteados por roubo majorado pelo concurso de pessoas, uso ilegal de arma de fogo, subtração de veículo automotor transportado entre estados e adulteração de veículo automotor.

Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues


Nenhum comentário:

Postar um comentário